Sociedade

Maioria dos japoneses é contra mulheres trabalhando, diz pesquisa

Entre os solteiros, mais de 34% dos homens e “46% das mulheres” acham que as “esposas” devem permanecer em casa.

Do Mundo-Nipo

Cerca de 40% dos homens no Japão acreditam que devem trabalhar em tempo integral, enquanto as mulheres devem ficar em casa e cuidando dos afazeres domésticos, de acordo com uma recente pesquisa do “Meiji Yasuda Institute of Life and Wellness” (“Instiuto Meiji Yasuda de Vida e Bem-Estar”, em tradução livre).

 

Pessoas no distrito de Shibuya, em Tóquio (Foto: Every Stock Photo)

Os resultados inesperados estão em forte contraste com o objetivo de Shinzo Abe em impulsionar a mulher no mercado de trabalho (Foto: Every Stock Photo)

 

A pesquisa, realizada através da Internet no final de março e divulgada na última sexta-feira, abrangeu homens e mulheres com idades entre 20 e 49 anos em todo o país. Totalizaram 3.616 respostas válidas.

Do total, 39,3% dos entrevistados do sexo masculino são a favor de que as mulheres permaneçam em casa, enquanto que o número sobe para 43% entre os entrevistados do sexo feminino.

De todos os entrevistados do sexo masculino, 64,4% disseram que as mulheres devem se concentrar nos afazeres domésticos enquanto seus filhos são muito jovens. Já o número de entrevistados do sexo feminino que compartilham a ideia chegou a surpreendentes 70,9%.

Quanto aos entrevistados do sexo masculino solteiros, 34,2% são a favor da ideia de que os maridos trabalhem e as esposas permaneçam em casa. Compartilham da mesma opinião, 37,9% das mulheres solteiras entrevistadas. Dos pesquisados casados, a proporção chegou a 42,5% entre os homens e subiu para 46,1% entre as mulheres.

Os resultados inesperados estão em forte contraste com o objetivo do primeiro-ministro Shinzo Abe para aumentar a proporção de mulheres no mercado de trabalho como parte de sua estratégia de governo para crescimento econômico do país. Fonte: Jornal The Japan Times.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*