Sociedade

Governo pede colaboração para reduzir taxa de suicídio entre jovens no Japão

A frustração por não conseguir ou perder emprego é uma das principais causas de suicídio entre os jovens japoneses.

Do Mundo-Nipo

O governo do Japão pediu nesta terça-feira uma maior colaboração para reduzir a alta taxa de suicídio entre jovens japoneses de 20 a 29 anos, que representa quase a metade das causas de mortalidade nessa faixa etária e ocorre principalmente por problemas trabalhistas.

 

Recém-formados do Japão (Foto: AFLO Images)

Um relatório recente revelou que cerca de 24 mil recém-formados do Japão deverão permanecer desempregados em 2013 (Foto: AFLO Images)

 

O apelo do governo aconteceu durante uma reunião para analisar os dados da Agência Nacional de Polícia do Japão, que revelaram que 27.858 pessoas cometeram suicídio em 2012. Apesar de o número representar uma queda de 2793 em relação ao ano anterior, ficando abaixo de 30 mil pela primeira vez em 15 anos, ele ainda é extremamente alto e coloca Japão entre os primeiros países do mundo em número de suicídios.

De acordo com os dados, os suicídios correspondem a 47% das causas de mortalidade entre os jovens japoneses de 20 a 29 anos.

A frustração por não conseguir ou perder o emprego é uma das principais causas de suicídio entre os jovens, que aumentou de 60 casos em 2007 para 149 em 2012.

O relatório indica que existe um forte vínculo entre os suicídios e o índice de desemprego, que no Japão se encontra abaixo de 4,3%, por isso a polícia pede que este indicador seja controlado para evitar a elevação dos casos.

Desta forma, as medidas aprovadas no ano passado pelo governo japonês para a solução dos problemas das dívidas ajudaram a reduzir em 18% os suicídios motivados por problemas econômicos e financeiros, detalhou a Agência.

Nos últimos anos, o governo japonês vem realizando diversas campanhas para reduzir os suicídios, que incluíram ajudas no valor de 10 bilhões de ienes (US$ 107 milhões) para promover consultas e assistência psicológica às pessoas.

As informações são da agência Kyodo.

 

Para saber mais sobre Sociedade, clique em mundo-nipo.com/sociedade. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários