Sociedade

Cinco morrem afogados no feriado de celebração do Dia do Mar no Japão

Ao menos cinco pessoas morreram e três desapareceram no mar em diversas localidades do Japão.

Do Mundo-Nipo com Agências

Ao menos cinco pessoas morreram afogadas e três desapareceram no mar em diversas localidades do Japão nesta segunda-feira (21), data que marca o feriado do “Dia do Mar”, de acordo com um levantamento da emissora ‘NHK’, até as 20h desta segunda-feira (08h em Brasília).

 

Praia em Itoman, na província de Okinawa (Foto: Island Guide)

Um homem está internado após quase se afogar enquanto tentava salvar a filha da correnteza numa praia em Itoman, na província de Okinawa (Foto: Island Guide)

 

Segundo o levantamento, na cidade de Yomogita, na província de Aomori, dois homens com idades entre 20 e 29 desapareceram no mar, em uma área proibida para nadar. As equipes de busca não conseguiram encontrá-los nesta segunda-feira e os trabalhos devem continuar na terça.

Duas pessoas morreram em praias na província de lIbaraki. Segundo autoridades locais, um universitário que nadava com amigos desapareceu no mar em Hokota, enquanto um chinês de 50 anos morreu no mar em Hitachinaka.

Uma mergulhadora de 59 anos se afogou em Nagasaki, capital da província de mesmo nome. No lago Towada, que fica na divisa entre as províncias de Aomori e Akita, um homem de 38 anos apareceu boiando sem vida na água, segundo testemunhas, ele estava andando de Jet-ski pouco antes de encontrarem seu corpo.

As outras duas mortes foram registradas no lago Biwa (Shiga) e no rio Yada, em Kami, na província de Hyogo.

Um homem de 41 anos está internado em estado grave após quase de afogar em Itoman, na província de Okinawa. Segundo a equipe de resgate, ele quase morreu afogado enquanto nadava para pegar uma boia com intenção de lançá-la para a filha, que estava sendo arrastada pela correnteza.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*