Sociedade

Número de pessoas com 80 anos ou mais ultrapassa dos 10 milhões no Japão

O número de japoneses a partir dessa faixa etária equivale à população total de uma nação como, por exemplo, Portugal, e quase o triplo da população uruguaia.

Do Mundo-Nipo


O número de cidadãos japoneses com idade a partir dos 80 anos ou mais ultrapassou a incrível marca dos 10 milhões, o que representa 7,9% da população total do país, informou o Ministério de Assuntos Internos e Comunicações do Japão.

nesta segunda-feira (21), data em que se comemora o Dia do Respeito aos Idosos (Keirou no Hi) no país.

O número de pessoas com 80 anos ou mais aumentou em cerca de 380 mil em relação ao ano passado, totalizando exatos 10,020 milhões. É a primeira vez que o número supera a incrível marca dos 10 milhões, aponta o relatório do ministério, divulgado ontem (20) em homenagem ao Dia do Respeito aos Idosos (Keirou no Hi), que é celebrado nesta segunda-feira (21).

Para nível de comparação, o número equivale à população total de algumas nações, como Portugal (10,5 milhões) e Grécia (11,04), por exemplo. Além disso, é quase do dobro da população do Paraguai (6,5 milhões) e quase o triplo do Uruguai (3,5 milhões) – dados relativos há 2013.

O relatório mostra ainda que, até a última terça-feira, o número de pessoas com idade a partir dos 65 anos aumentou em 890 mil (0,8%) em relação ao mesmo período do ano passado, atingindo o recorde de 33,84 milhões, o que representa 26,7% da população do país.

Desse total, os homens representam cerca de 14,62 milhões (23,7% da população masculina), enquanto as mulheres totalizam 19,21 milhões (29,5% da população feminina).

O Ministério do Interior diz ainda que o número de trabalhadores idosos aumentou pelo 11º ano consecutivo, para chegar ao novo recorde de 6,81 milhões.

População de centenários
Dados separados do Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar, divulgados no dia 11 desse mês, mostraram que o número de pessoas com idade a partir dos 100 anos aumentou pelo 45º ano seguido, ultrapassando a incrível marca de 61 mil cidadãos centenários.

Até a terça-feira passada, o país registrava 61.568 japoneses com idade a partir dos 100 anos, o que representa um aumento de 2.748 em relação ao ano anterior. Desse total, 87% são mulheres, totalizando 53.728.

O relatório do ministério aponta ainda que Saitama é a província que apresenta a menor população centenária, com 28,68 a cada 100 mil habitantes, enquanto Shimane detêm o maior número entre as 47 províncias japonesas, com 90,67 a cada 100 mil pessoas.

Expectativa de vida no Japão
As mulheres japonesas detêm o recorde mundial de longevidade, com expectativa média de vida em torno de 86,61 anos, enquanto os homens japoneses têm a quarta maior expectativa de vida do mundo, com 80,21 anos, de acordo com dados do governo referentes ao último senso, que foi divulgado em agosto do ano passado.

Pessoas mais velhas do mundo
O japonês Yasutaro Koide, de 112 anos, é o atual homem mais velho do mundo, reconhecido em agosto pelo Livro Guinness dos Recordes (Guinness World Records). Koide sucedeu seu compatriota, Sakari Momoi, que faleceu em julho, aos 112 anos.

A pessoa mais velha do mundo é a americana Susannah Mushatt Jones, de 116 anos. Ela foi reconhecida pelo Guinness um mês após a morte da japonesa Misao Okawa, em abril deste ano. Misao morreu por causas naturais aos 117 anos. Atualmente, a mulher mais velha do Japão é uma residente de Tóquio, de 115 anos, nascida em março de 1900.

Dia do Respeito aos Idosos
Nesta segunda-feira, Dia do Respeito aos Idosos, 30.379 japoneses que celebram seu 100º aniversário em 2015 receberam uma carta de felicitação e um prato de prata de presente, avaliado em 8.000 ienes (US$ 68). O “mimo” custou ao Estado mais de 243 milhões de ienes, cerca de US$ 2,01 milhões.

O governo cogita agora fazer presentes mais baratos para reduzir gastos. Em 15 de setembro de 1963, primeiro ano em que foi instaurada a tradição de dar um presente aos centenários, só havia 153 candidatos no Japão.

O dia 15 de setembro era a data fixa em que se comemorava o Dia dos Idosos, de 1947 até 2003. A data, no entanto, mudou depois que foi instaurada a lei denominada “Happy Monday System, que move uma série de feriados nacionais para uma segunda-feira. A partir de 2004, o Dia do Respeito aos Idosos passou a ser celebrado na terceira segunda-feira de setembro.

 

Fontes: Agência Kyodo | NHK News.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários