Sociedade

Quase metade dos japoneses com 20 anos nunca namorou, aponta pesquisa

Os resultados da pesquisa são alarmantes diante de preocupações com a contínua queda de natalidade no Japão.

Uma pesquisa revelou que quase a metade dos jovens no Japão nunca teve um relacionamento amoroso, informou a agência de notícias ‘Kyodo’, sugerindo que os resultados são alarmantes diante de preocupações crescentes com a contínua queda na taxa de natalidade no país, que tem atingido mínimas recordes a cada ano.

A pesquisa, que foi realizada este mês por uma empresa de aconselhamento matrimonial, mostra que 47,8% dos japoneses na faixa etária de 20 anos jamais experimentaram um relacionamento com outra pessoa. Destes, 19% admite que nunca se apaixonaram. O estudo, que é realizado anualmente, entrevistou 600 jovens que celebraram a maioridade em 2015. A maioridade no Japão é obtida ao atingir os 20 anos de idade.

Os dados da pesquisa apontam ainda que, do total dos entrevistados, 74,3% estão sozinhos, enquanto 62,6% deles afirmam que procuram por uma namorada(o). Em 2004, 90% dos entrevistados estavam em busca de um relacionamento, ou seja, o número de jovens que desejam namorar reduziu significativamente desde então.

O número por gênero mostra que 60,4% das mulheres querem encontrar um parceiro. Já entre os homens essa porcentagem aumenta para 64,6%, ou seja, a busca por um relacionamento é maior entre indivíduos do sexo masculino. O estudo revela ainda que 23,5% dos entrevistados querem manter-se solteiros, taxa mais alta desde 2004.

Os resultados da pesquisa é alarmante, conforme cita a publicação do Japan Times. Isso porque o índice de natalidade no país tem atingindo mínimas históricas, refletindo no declínio de uma população cada vez mais envelhecida.

O problema tem levado o governo de Shinzo Abe a aplicar medidas ousadas, incluindo redução de impostos e benefícios para casais com filho, o que pode aumentar na medida em que os casais possam gerar mais de um filho.

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*