Sociedade

Guarda Costeira do Japão prende capitão de barco chinês por recusar inspeção

O capitão se recusou a permitir inspeção a bordo por suposta prática de extração ilegal de corais.

Do Mundo-Nipo

A Guarda Costeira do Japão prendeu o capitão de um barco de pesca chinês que navegava na zona econômica exclusiva do país. De acordo com o órgão, o capitão se recusou a permitir inspeção a bordo por suposta prática de extração ilegal de corais.

A prisão ocorreu na manhã de sábado (27), quando um avião da Guarda Costeira localizou a embarcação a cerca de 80 quilômetros a sudeste da principal ilha do Arquipélago de Okinawa, no extremo sul do país.

Um barco de patrulha se aproximou do pesqueiro várias horas depois e ordenou que parasse para uma inspeção a bordo. Porém, a embarcação afastou-se, percorrendo 60 quilômetros em fuga. Depois de alcançar a embarcação, oficiais da Guarda Costeira subiram a bordo e prenderam o capitão, de 30 anos. O pesqueiro foi levado até um porto de Okinawa, onde o capitão e outros tripulantes estão sendo interrogados.

No mês passado, o Japão modificou a legislação e aumentou o valor de multas por recusa a inspeções a bordo em sua zona econômica exclusiva. A revisão da lei foi realizada depois que uma grande quantidade de navios chineses foi vista aparentemente extraindo corais no entorno das ilhas japonesas de Ogasawara, no Oceano Pacífico.

Fonte: NHK News

 

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários