Sociedade

Projeto restaura milhares de fotos danificadas por terremoto de 2011 no Japão

De um total de 400 mil fotos restauradas e disponíveis no site do projeto, 90 mil já foram entregues aos seus respectivos donos.

Do Mundo-Nipo

O projeto “Save the memory”, realizado pela fabricante de câmeras Ricoh e seus colaboradores, recuperou e restaurou 400 mil fotografias afetadas pelo terremoto de 11 de março de 2011 no Japão. O terremoto, considerado o pior da história do país, gerou um gigantesco tsunami que devastou grande parte do nordeste japonês, deixando cerca de 18 mil mortos e desaparecidos.

Com o objetivo de apoiar os sobreviventes e devolver os registros de momentos importantes, o “Save the memory” já entregou 90 mil fotos aos seus respectivos donos, por meio de centros de fotografias do projeto.

Primeiramente, foram recolhidos fotografias e álbuns encontrados nas áreas afetadas pelos desastres. Depois, foi feita a limpeza de cada foto, com apoio do governo local e de voluntários. O passo seguinte foi a digitalização das imagens e a divulgação no site do projeto, para que as pessoas encontrem suas fotografias mais facilmente. Ainda restam 310 mil fotografias a serem devolvidas.

O “Save the memory” conta com a ajuda de 518 funcionários de 17 companhias do Grupo Ricoh. Os colaboradores se dedicam às atividades como voluntários, quando não estão trabalhando.

» Para saber mais detalhes sobre o projeto, bem como recuperar fotos perdidas na tragédia de 2011, visite a página oficial do Save the Memory Project (em inglês).

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários