Sociedade

Japonês é preso após ‘comprar’ mulher filipina vítima de tráfico humano

O japonês de 65 anos negou pagamento e afirmou que a intenção era de casar-se com a filipina.

Do Mundo-Nipo

O Departamento da Polícia Metropolitana de Tóquio informou que prendeu, na sexta-feira (29), um homem de 65 anos acusado de estar envolvido com uma rede de “tráfico humano”. Segundo noticiou a TV Asahi, o homem teria “comprado” uma mulher de 28 anos, de nacionalidade filipina, por 370 mil ienes.

 

Japonês é preso após 'comprar' mulher filipina vítima de tráfico humano (Imagem: Reprodução/YouTube/ANN News)

Yoshitaka Kuroki negou pagamento e afirmou que a intenção era de casar-se com a filipina.

 

Segundo o Departamento, Yoshitaka Kuroki teria efetuado o pagamento a um casal formado pelo japonês Isao Matsumoto, de 64 anos, e pela filipina Estrelia Matsumoto, de 60 anos, que levou a vítima ao Japão sob promessa de arrumar trabalho.

A TV Asahi cita que o casal teria dito à vítima que a única saída era aceitar a proposta de casamento, já que não tinha para onde ir. A moça, no entanto, conseguiu fugir do cárcere privado no qual era mantida e procurou a Embaixada das Filipinas em Tóquio.

Após ser preso, Kuroki disse que tinha intenção de casar com a filipina, e negou ter feito qualquer tipo de pagamento . A polícia disse que este foi o primeiro caso no país de tráfico humano com suposto propósito de casamento.

O casal Matsumoto foi preso em junho, depois de ter levado ao Japão três mulheres, também de origem filipina, que trabalhavam em um hotel de Dubai. O casal conseguia iludir as vítimas com a promessa de emprego no Japão. A intenção, no entanto, era vendê-las para homens interessados em arrumar esposas, conforme noticiou a TV Asahi.

Segundo a polícia, as três mulheres foram mantidas sob cárcere privado por uma semana em Kawasaki, na província de Kanagawa (leste do país), no apartamento de Isao Matsumoto, que as ameaçava com “espadas” para que não fugissem.

A polícia agora investiga se o casal está envolvido em possíveis outros casos de tráfico humano no país.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*