Notícias Sociedade

Príncipe Akishino e princesa Kiko visitam Curitiba

O ilustre casal, que já esteve em São Paulo, permanecerá no Brasil até 8 de novembro e ainda passará por Londrina, Rolândia e Maringá, na região norte.

O príncipe Akishino, filho mais novo do imperador do Japão, Akihito, e sua esposa, a princesa Kiko, visitaram nesta sexta-feira (30) a cidade de Curitiba, no Paraná. A visita faz parte da comemoração do 120º aniversário do Tratado de Amizade Brasil-Japão e tem por objetivo estreitar as relações entre os países.

O casal, que chegou ao Brasil na última quarta-feira, esteve na Praça do Japão, no bairro Batel. O local, que teve as ruas bloqueadas no meio da manhã, passou por obras de manutenção durante a última semana, especialmente para receber os ilustres visitantes.

A visita à praça foi rápida e o único momento aberto para a população. O príncipe e a princesa foram recebidos pelo Prefeito Gustavo Fruet (PDT) e a primeira dama Márcia Fruet. Eles caminharam pela praça, entraram no Memorial Japonês e inauguraram uma placa em homenagem à visita.

No fim da tarde, o governador Beto Richa (PSDB) acompanhou o príncipe e a princesa na visita ao Museu Oscar Niemeyer. Eles devem deixar Curitiba amanhã de manhã.

De acordo com a programação, o casal, que já esteve em São Paulo, permanecerá no Brasil até o dia 8 de novembro e ainda passará por Londrina, Rolândia e Maringá, na região norte.

Akishino, de 49 anos, é o segundo na linha sucessória ao Trono do Crisântemo. Ele viajou pela última vez ao Brasil em 1988, para participar das celebrações do 80º aniversário da chegada ao país do navio Kasato Maru, no qual chegaram os primeiros imigrantes japoneses. Entretanto, a última visita de um membro da Família Imperial Japonesa ao Brasil ocorreu em 2008, quando o príncipe herdeiro Naruhito esteve no país para as celebrações do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil.

A comunidade nikkei do Brasil constitui o maior núcleo de população japonesa fora do Japão, com cerca de 1,5 milhão de pessoas. O número representa mais da metade dos cerca de 2,7 milhões de pessoas com ascendência japonesa em todo o mundo, exceto no Japão.

Fontes: RPC TV | Agência Kyodo| IBGE.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários