Tecnologia

Pesquisadores japoneses desenvolvem células iPS para estudo de leucemia

Os pesquisadores esperam que as células ajudem a esclarecer o mecanismo patogênico da leucemia, além do desenvolvimento de novos tratamentos.

Do Mundo-Nipo

Pesquisadores japoneses conseguiram produzir células iPS que carregam traços genéticos raros de pessoas com propensão a desenvolver leucemia.

Os pesquisadores esperam que as células ajudem a esclarecer o mecanismo patogênico da leucemia, além do desenvolvimento de novos tratamentos.

A equipe da Escola de Medicina da Universidade de Keio criou as células iPS a partir de células de pessoas com características genéticas suscetíveis a leucemia mieloide aguda.

As células iPS propensas a leucemia têm menos da metade da capacidade para formar células sanguíneas, em comparação a células iPS normais. De acordo com informações da NHK World News, os pesquisadores suspeitam de que isto ocorre durante o processo de divisão celular.

A pesquisa deverá determinar as condições para a doença, repetindo experimentos utilizando células sanguíneas desenvolvidas a partir de células iPS propensas  a leucemia.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários