Tecnologia

Restaurante com 20 robôs como garçons e cozinheiros é inaugurado na China

Liu prevê que os robôs serão muito comuns em nosso cotidiano daqui a uma década.

Da agência EFE

Pequim, 13 jan (EFE).- Um restaurante na cidade de Harbin, no norte da China, abriu suas portas com inusitados – e inovadores – garçons e cozinheiros: 20 robôs de diferentes aparências, mais de dez tipos de expressões faciais e a capacidade de receber os clientes com variadas frases de boas-vindas.

 

O restaurante em Harbin, na China, usa 18 diferentes tipos de robôs.

O restaurante em Harbin, na China, usa 18 diferentes tipos de robôs.

 

A imprensa local informou neste domingo que os robôs, avaliados em 20.000 iuanes (R$ 6,5 mil) cada, medem entre 1m30 e 1m60 de altura e têm a inteligência de uma criança de três ou quatro anos.

O local conta com robôs preparados para cozinhar ravioli chinês, preparar massas, fritar verduras, entregar pedidos, levar menus de pratos e bebidas e dar as boas-vindas aos clientes, entre outras funções.

 

Depois do prato ser preparado, o garçon robô leva-o da cozinha para a mesa do cliente.

Depois do prato ser preparado, o garçon robô leva-o da cozinha para a mesa do cliente.

 

De acordo com o dono do restaurante, Liu Hasheng, os androides que cozinham estão programados para colocar uma quantidade adequada de sal aos pratos, além de saber controlar a temperatura do óleo na hora de fritar.

“Quando se trata de cortar verduras e carnes, há um funcionário que os ajuda e as coloca perto deles, no recipiente dos ingredientes. Depois, o robô as acrescenta na frigideira”, explica Liu, quem além disso é diretor da Academia de Robôs da província de Heilongjiang, da qual Harbin é capital.

 

Um dos robôs é um cão, também muito útil para transportar os pratos.

Um dos robôs é um cão, também muito útil para transportar os pratos.

 

Liu prevê que os robôs serão muito comuns em nosso cotidiano daqui a uma década. “Em cada casa haverá um para cozinhar alimentos, ajudar idosos, fazer faxinas ou servir como segurança pessoal”, vislumbrou, ressaltando que a verdadeira importância do restaurante que abriu é introduzir os robôs na vida diária dos cidadãos.

“Assim que o negócio tiver sucesso, no futuro e de acordo com as necessidades do mercado, será aumentada a produção de robôs e suas funções poderão ser aplicadas em outros setores”, explicou. EFE

 

Agência EFE – Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem a autorização prévia por escrito da Agência EFE S/A.

Comentários

Deixe de comentário

*