Notícias Tecnologia

Projeto japonês vence prêmio de engenharia da Airbus

GEDC Airbus Diversity Award 2017 (Imagem Reprodução)

projeto do Instituto de Tecnologia Kyushu competiu com 44 trabalhos de 18 países e 39 instituições.

A Airbus e o GEDC anunciaram nesta semana o Projeto Satélite BIRDS, do Instituto de Tecnologia Kyushu do Japão (Kyutech), como o grande vencedor do prêmio GEDC Airbus Diversity Award 2017. O projeto japonês competiu a final com o Programa de Descoberta da Engenharia, da Escola de Engenharia Schulich, da Universidade de Calgary do Canadá,  e o Programa Mulheres na Engenharia, da Universidade de New South Wales da Austrália.

Agora em sua 5ª edição, o prêmio foi desenvolvido e financiado pela Airbus – líder mundial em aeronáutica, espaço e serviços relacionado – em parceria com o GEDC (Global Engineering Deans Council – Conselho Global de Engenharia na tradução livre.

O objetivo do GEDC Airbus Diversity Award, que nessa edição recebeu patrocínio da UNESCO, é destacar projetos bem-sucedidos, os quais incentivaram mais pessoas de todos os perfis e origens a estudarem e obterem sucesso na área de engenharia. A diversidade tem se tornado uma métrica cada vez mais proeminente para o sucesso empresarial, com 69% dos executivos classificando a diversidade e a inclusão como uma importante questão em 2017, aumentando de 59% em 2014.

“A diversidade é um dos pilares de nosso negócio e um componente indispensável para nosso sucesso contínuo”, disse Jean-Brice Dumont, futuro Vice-Presidente Executivo de Engenharia da Airbus Commercial Aircraft, membro do Conselho Diretor de Diversidade e Inclusão da Airbus e Patrono do Prêmio.

“A diversidade não é somente importante, ela faz parte do DNA da Airbus. Temos o compromisso de incentivar e habilitar ainda mais todos os tipos de diversidade para mantermos um alto nível de inovação em nosso setor. Nossa parceria com o GEDC ilustra esse compromisso, na medida em que trabalhamos juntos na identificação de projetos bem-sucedidos, como esse que acaba de ser premiado, para desenvolvermos nossa próxima geração de engenheiros globais diversificados”, acrescentou.

O ganhador do GEDC Airbus Diversity Award 2017, o Projeto Satélite BIRDS, treina estudantes graduados de países em desenvolvimento no uso de sistemas de engenharia inovadores e de baixo custo, para executarem um projeto satélite completo de dois anos, com o objetivo de longo prazo de equipá-los para começarem um programa espacial sustentável em seus respectivos países de origem.

Taiwo Tejumola do Instituto de Tecnologia Kyushu, apresentou o projeto para um Júri de especialistas e convidados ilustres do setor, bem como para 200 líderes internacionais da área da educação em engenharia, reunidos para a Conferência de 2017 do GEDC em Niagara Falls, no Canadá. Os três projetos finalistas foram avaliados com base no impacto de seus trabalhos, evidências de geração de resultados e a possibilidade de serem ampliados. O projeto vencedor recebeu US$ 10.000 e os finalistas US$ 1.500.

Discursando na Cerimônia da Premiação, Taiwo disse, “A equipe do projeto BIRDS do Instituto de Tecnologia Kyushu, do Japão, agradece este reconhecimento. Nosso programa colaborativo fornece uma oportunidade única para jovens engenheiros competirem no mercado global atual, ensinando modelos especializados de engenharia que minimizam os desperdícios, desenvolvendo as principais habilidades e formando uma rede de apoio formada por pares.

O projeto também cria um caminho sustentável para que os participantes implementem iniciativas de treinamento em seus países de origem, contribuindo ainda mais para a diversificação e a globalização das habilidades da engenharia”.

“Um dos critérios do prêmio é selecionar projetos com potencial de serem replicados com sucesso em outras instituições e países. Todos nossos três projetos finalistas de 2017 causaram um significativo impacto, aumentando a diversidade de alunos que seguem os estudos de engenharia e minha esperança é a de que meus colegas membros do GEDC sejam inspirados para iniciarem projetos similares em suas instituições locais e países de origem”, disse Peter Kilpatrick, Diretor de Engenharia McCloskey da Universidade de Notre Dame, EUA e Presidente do Conselho do GEDC.

Foram inscritos 45 projetos de 18 países e 39 instituições na edição de 2017 do Prêmio.

*Para mais detalhes, visite a página oficial do sobre GEDC Airbus Diversity Award 2017.

View original content: http://www.prnewswire.com/news-releases/projeto-japones-recebe-o-premio-diversidade-em-engenharia-da-airbus-300536007.html

Comentários