Tecnologia

Astronauta japonês faz sua primeira “caminhada” no espaço

Astronautas Norishige Kanai e Mark Vande Hei no espaço | Foto: Nasa

Norishige Kanai é o quarto astronauta japonês a realizar uma caminhada espacial.

O astronauta Norishige Kanai, do Japão, completou sua primeira caminhada no espaço desde que chegou a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) em 19 de dezembro passado a bordo da nave russa Soyuz.

De acordo com a emissora pública NHK, Kanai e o astronauta americano, Mark Vande Hei, deixaram o interior da estação espacial por volta de 12h00 na sexta-feira, horário universal coordenado. Eles permaneceram do lado de fora, ou seja, no espaço aberto por cerca de 6 horas.

A missão dos astronautas era retirar as antigas mãos mecânicas do braço robótico de 17 metros de comprimento da estação. As mãos mecânicas são usadas para acoplar espaçonaves de carga enviadas da Terra.

Kanai é o quarto astronauta japonês a realizar uma caminhada espacial. Ele está atualmente em uma missão de 6 meses de duração na ISS, conforme noticiou a emissora japonesa.

Erro de medição de altura
Em 10 de janeiro, Kanai pediu desculpas por ter declarado equivocadamente que havia crescido nove centímetros desde sua chegada à estação espacial, ocorrida na época há apenas três semanas, segundo a ‘BBC News’.

Norishige Kanai | Foto: EPA

“Estou, na verdade, com 2 centímetros a mais”, disse ele

Kanai usou o Twitter para corrigir a informação que havia publicado anteriormente. Ele culpou um “erro de medição” pelo equívoco.

“Sinto muito por ter tuitado essa notícia falsa”, postou, em japonês, em referência aos nove centímetros, número que havia despertado fascínio entre usuários das redes sociais em todo o mundo.

Os astronautas crescem no espaço por causa da ausência da gravidade, que permite a expansão da coluna vertebral deles.

O crescimento se dá especificamente nos discos de cartilagem que ficam entre os ossos da coluna e pode ser temporário – eles podem crescer no espaço e retornar à altura normal quando retornam à Terra, de acordo com a ‘BBC’.

Do Mundo-Nipo
Fontes: BBC News | NHK News.

Comentários