Games

Japoneses ganham edição limitada do PlayStation 4 com “Frozen”

A edição limitada traz ainda as personagens Elsa e Anna gravadas a laser em um dos lados do PS4.

Do Mundo-Nipo

A Sony anunciou uma nova edição limitada do PlayStation 4 para o Japão. Na próxima semana, os japoneses poderão adquirir o console de ponta da empresa com um sistema baseado no filme “Frozen: Uma Aventura Congelante”.

 

Edição limitada do PS4 com Frozen (Imagem: Divulgação)

A edição limitada traz as personagens Elsa e Anna gravadas a laser em um dos lados do PS4 (Imagem: Divulgação)

 

A animação da Disney conquistou o público japonês é o maior sucesso de bilheterias de todos os tempos no país (animação estrangeira), ocupando o topo dos mais assistidos por 18 semanas consecutivas.

Em vista disso, a Sony aproveita a popularidade de Frozen para impulsionar as vendas do PS4 no mercado japonês, já que a demanda na Terra do Sol Nascente não atingiu a expectativa da empresa, ficando muito aquém dos dispositivos da rival Nintendo.

Lançado em fevereiro no Japão, três meses após ter chegado nos Estados Unidos e nas lojas brasileiras, as vendas do PS4 no primeiro semestre de 2014 totalizaram apenas 613,785 unidades, enquanto a Nintendo 3DS liderou as vendas com 1.079,166 unidades, seguido pelo PS Vita, com 639,730 unidades. O PS4 ficou apenas na terceira posição dos consoles mais vendidos no Japão durante os primeiros seis meses deste ano.

Na tentativa de reverter o desempenho ruim no país, a Sony tem lançado campanhas promocionais, com a mais recente apelando para fenômeno “Frozen”, ganhador do Oscar de Melhor Animação e o maior sucesso de público em 2014.

A edição limitada traz a personagem Elsa e sua irmã Anna gravadas a laser em um dos lados do PS4, que estará a venda na próxima quarta-feira (16) ao preço de 42.980 mil ienes, o equivalente a US$ 425 ou R$ 943, conforme descreve o anúncio na Sony Store Japan.

 

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*