Serviços Variedades

Teatro Ziembinski recebe peça infanto-juvenil inspirada no Japão

Foto: Divulgação/Renato Mangolin

Sakurá conta a história de um casal de jovens em um pequeno vilarejo no Japão antigo.

A companhia teatral ‘Cia. Crias da Casa’ encenará a peça infanto-juvenil Sakurá – O florescer de um grande amor, a partir de sábado (9), no Teatro Municipal Ziembinski, na Tijuca, bairro na zona norte da cidade do Rio de Janeiro. A peça é o resultado de uma pesquisa iniciada pela ‘Crias da Casa’ no ano de 2010 e explora as nuances e os mistérios do Japão.

Os produtores destacam que a proposta da peça é despertar especial interesse entre crianças e jovens de todas as idades, mas sem perder o viés lúdico, educativo e informativo. A peça aborda as tradições milenares do Japão, traçando um paralelo entre os aspectos da cultura japonesa em seus contrapontos atuais e a relação com a cultura brasileira.

A construção das cenas e dos elementos teatrais é o resultado de pesquisa e experimentos de recursos estéticos, musicais e corporais adequados à proposta de encenação. O espetáculo conta com texto e direção de Gabriel Naegele e com um elenco afiado na linguagem infanto-juvenil.

Em seu terceiro espetáculo, a ‘Cia. Crias da Casa’ aposta numa comunicação profunda, sensível, leve e divertida com o seu público, acreditando e vivenciando na prática o poder transformador intrínseco num projeto cultural.

Sinopse de ‘Sakurá – O florescer de um grande amor’
Já é março em um pequeno vilarejo no Japão e as últimas folhas das cerejeiras já são levadas pelo vento. Todos se preparam para os festejos do Hanami, que nada mais é do que contemplar o florescer das cerejeiras, o desabrochar da sakura.

In é um jovem que anseia por se tornar um samurai, mas para isso terá que cumprir sua grande missão e enfrentar seu maior inimigo. Yo é uma jovem que desde muito pequena foi prometida às tradições e, portanto, deve se tornar uma gueixa, para ser apresentada durante os festejos do Hanami. No entanto, ela não deseja seguir a tradição imposta.

Para encontrar seus destinos eles terão que aprisionar o mal dentro deles e somente assim enfrentar a grande maldição que diz: “aquele que alcançar o Monte Fuji sem possuir um coração puro, estando cheio de sentimentos obscuros, ficará preso ali para sempre”.

O poder de escolha, com suas raízes de aprendizado, será a chave para a realização de seus sonhos. Dois destinos cheios de aventuras, batalhas e desafios que se cumprirão quando cair a última flor de cerejeira, o ultimo Sakurá.

Serviço

Sakurá – O florescer de um grande amor
Local: Teatro Municipal Ziembinski
Endereço: Entrada lateral – Rua Urbano Duarte, 30, Tijuca, Rio de Janeiro – RJ  / Entrada principal – Avenida Heitor Beltrão, s/n – em frente ao Metrô S. Francisco Xavier
Data: Estreia no sábado (9) e fica em cartaz até 1º de outubro
Horários: Sábados e domingos, às 16h
Capacidade: 104 lugares
Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia)
Telefone: 21 3234-2003

*As informações do ‘serviço’ foram fornecidas pelo Teatro Ziembinski ao Mundo-Nipo. Já os detalhes sobre a peça foram cedidas pelo Centro de Artes da UFF, quando ‘Sakurá’ fez sua estreia no ano passado, no teatro da UFF em Niterói.

Sobre o Teatro Municipal Ziembinski
Inaugurado em 1988, o Teatro Ziembinski foi idealizado pelo ator e diretor Walmor Chagas, que visava divulgar os autores e atores da cidade. O nome é uma homenagem ao diretor Zbgniew Ziembinski, polonês que fugiu das tropas de Hitler e chegou ao Brasil em 1939. Foi ele quem levou para o palco a primeira montagem de Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues. O estabelecimento foi incorporado à rede Teatros do Rio em 1992.

Hoje, o Ziembinski é um espaço de referência em representação artística para adultos e crianças na Zona Norte do Rio. O espaço recebe as diversas modalidades das artes cênicas como teatro, música, dança, stand-up comedy, workshops e circo, tendo como foco principal a comédia de espírito carioca.

Comentários