Variedades

Louis Vuitton apresenta coleção 2018 em museu no Japão; veja vídeo

Coleção Cruise 2018 Louis Vuitton apresentada no Museu Miho (Fotos: Reprodução/Louis Vuitton)

O estilista japonês Kansai Yamamoto foi a fonte de inspiração para a coleção Cruise 2018 da grife francesa.

Celebridades internacionais voaram ao Japão neste fim de semana para assistir a apresentação da coleção Cruise 2018 Louis Vuitton, que decorreu no Museu Miho, em Kyoto, no centro-oeste do Japão, no domingo (14).

Um dos nomes mais importantes da moda e da arte contemporânea, o japonês Kansai Yamamoto é a fonte de inspiração para a coleção Cruise. O estilista japonês, que também é artista plástico, é famoso por ter assinado uma série de figurinos para David Bowie e por ter introduzido o quimono ao guarda-roupa contemporâneo, por volta da década de 1990.

Yamamoto colaborou com estampas, desenhos e patches de bolsas, clutches é demais acessórios da grife. Formado também em engenharia civil, Yamamoto passou os últimos anos longe das passarelas, retornando ao universo da moda em 2013.

Kansai Yamamoto (Foto: Arquivo/Kyodo)

Na platéia assistindo ao desfile estavam celebridades como Jennifer Connelly, Michelle Williams e a neta de Elvis Presley, Riley Keough.

A locação do desfile, o Miho Museum, foi um caso à parte, já que 3/4 de sua construção é subterrânea, em projeto assinado por I. M. Pei, mesmo arquiteto que projetou a famosa pirâmide do Louvre em Paris. Vale lembrar que a marca já fez um desfile resort em maio de 2016 no Museu de Arte Contemporânea de Niterói, projeto de Oscar Niemeyer.

O fantástico Museu Miho abrilhantou ainda mais o desfile (Foto: Jean Chung/Getty Images)

Entre os 55 looks desfilados, símbolos da cultura japonesa impressos em cintos, bolsas e vestidos, além das máscaras Kabuki, ícone do teatro japonês, uma das referências mais presentes no desfile.

“É um jogo de integração da cultura do país que estamos visitando sob o ponto de vista francês da Louis Vuitton”, disse o estilista Nicolas Ghesquière para um grupo de convidados estrelados e jornalistas após o desfile.

Coleção Cruise 2018
Para esta coleção, Ghesquière escolheu como ponto de partida a fusão do urbano com o natural. As referências à cultura local são quase óbvias, em respeito à tradição milenar.

Bolsas da coleção Cruise 2018 Louis Vuitton (Foto: Getty)

Os looks evocam o vestiário de samurais, quimonos de arte marcial, vestidos tradicionais e a dramaturgia cinemática do diretor Akira Kurosawa. Terninhos urbanos e túnicas arquitetônicas foram desenhados no espírito de Katsushika Hokusai, clássico pintor e gravurista do século 19. Além dos desenhos pop de Yamamoto, as bolsas e clutches aparecem decoradas com máscaras kabuki.

As atrizes Rila Fukushima e Doona Bae abriram e fecharam o desfile, considerado um dos preferidos de Ghesquière em seus quatro anos de Vuitton. “Visitei o Miho Museu há alguns anos, durante uma viagem pessoal, e fiquei fascinado com a habilidade com que o arquiteto I.M. Pei mistura tradição e modernidade. Vim para o Japão pela primeira vez há 20 anos e, de lá para cá, não parei mais de vir. Essa coleção foi minha forma de retribuir tudo o que o país me deu em termos de inspiração”, declarou o estilista.

A apresentação durou 17 minutos e também contou com muito streetwear graças à colaboração do designer Kristopher Haigh, fundador da marca 1K, de Nova York.

Confira vídeo oficial do desfile da Louis Vuitton no Museu Miho:

Fontes: Glamurama UOL | Revista online Marie Claire.

Comentários