Variedades

Live-action de Fullmetal Alchemist abre Festival de Cinema de Tóquio

Live-action Fullmetal Alchemist (Foto: Reprodução / Edição Mundo-Nipo)

A estreia da 1ª versão com atores reais atraiu hoje uma multidão à Arena do Roppongi Hills, sede do festival.

A mais que esperada versão live-action de “Fullmetal Alchemist”, pela primeira vez com atores reais, estreou em grande estilo no Japão. A superprodução japonesa teve sua première mundial hoje, às 18h locais no Japão (7h pelo horário de verão em Brasília), ao inaugurar a 30ª edição do Festival Internacional de Cinema de Tóquio (TIFF-JP), no Toho Cinemas de Roppongi Hills.

Pela primeira vez, a adaptação de um mangá (história em quadrinhos de estilo japonês) abriu o luxuoso evento, que exibirá dezenas de novas produções, com a grande vencedora anunciada no fim do evento, que segue até o dia 3 de novembro.

A estrondosa série de mangá, que já vendeu mais de 70 milhões de cópias no mundo, ganhou uma versão cinematográfica dirigida por Fumihiko Sori, encarregado dos efeitos visuais de “Titanic” (1997).

Os mangás de “Fullmetal Alchemist” estão disponíveis no Brasil, onde uma coleção especial foi lançada pela editora JBC em 2016 – no formato original, com sentido oriental de leitura, da direita para a esquerda. Este mês chegou às prateleiras o 14º volume da história dos irmãos alquimistas Edward e Alphonse Elric.

Desde que foi publicado pela primeira vez no Japão, em 2001, o mangá criado por Hiromu Arakawa é um dos mais populares no país. Além de 27 volumes de mangá, “Fullmetal Alchemist” inspirou três produções de animação (duas séries de TV e um filme), jogos eletrônicos, CDs, brinquedos e vários produtos licenciados.

O lançamento do filme de live-action, rodado em japonês e distribuído pela Warner Bros. do Japão, atraiu hoje uma multidão à Arena do Roppongi Hills, o moderno complexo de escritórios, cinemas, museus, bares e restaurantes escolhido como a sede do festival japonês. A principal atração do tapete vermelho foi o ator e cantor Ryosuke Yamada, de 24 anos, do grupo J-pop “Hey! Say! JUMP”.

Yamada foi escolhido pelo diretor Fumihiko Sori para interpretar o protagonista, Edward Elric. A tecnologia CGI foi usada para representar os elementos complexos da trama, como a armadura do personagem Alphonse Elric. Aliás, este foi um dos motivos pelo qual Fumihiko Sori foi escolhido para dirigir o longa-metragem.

Na versão para o cinema (ainda sem data de estreia no Brasil), a trama tem início na infância de Ed, quando ele perdeu uma perna e um braço ao tentar ressuscitar a mãe recorrendo à alquimia.

Seu irmão mais novo, Alphonse (com voz de Atom Mizuishi), teve ainda menos sorte, já que seu corpo desapareceu, deixando a sua consciência confinada em uma armadura. Assim que eles crescem, Ed e Al saem em busca da pedra filosofal, na esperança de conseguirem recuperar a perna e o braço do irmão mais velho e o corpo do caçula. Por Ed usar próteses mecânicas, no lugar dos membros que perdeu, é que ele recebeu o apelido de Alquimista de Aço – daí o título.

30ª edição do Festival Internacional de Cinema de Tóquio
Durante dez dias, mais de 200 filmes serão projetados no festival de Tóquio. Ainda que a mostra competitiva seja internacional, com 15 títulos selecionados este ano representando 13 diferentes países, a produção local é sempre o foco do evento.

Serão apresentados os últimos trabalhos de diretores aclamados, como Kore-eda Hirokazu (“The Third Murder”) e Naomi Kawase (“Esplendor”, uma das atrações atualmente na 41a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo). Ambos integram a mostra Japan Now, que serve também de plataforma para a nova geração de cineastas, como Yoshida Daihachi (com “A Beautiful Star”) e Yuya Ishii (com “The Tokyo Night Sky Is Always the Densest Shade of Blue”).

Até Godzilla, um dos ícones da cultura pop japonesa, ganhará uma homenagem nesta edição, com a exibição do primeiro filme do réptil, realizado em 1954, com acompanhamento musical da Orquestra Filarmônica de Tóquio.

Confira abaixo o 3º trailer do live-action de Fullmetal Alchemist, que foi lançado hoje:

Com informações do jornal Valor Econômico e do site AdoroCinema.

Comentários