Variedades

Japão conclui restauração de escultura história do ‘gato sonolento’

Foto: NHK

O gato sonolento (Nemuri-neko) do Templo Toshogu data do século 17 e é designado Tesouro Nacional do Japão.

A escultura de um pequeno “gato sonolento” ou “gato que dorme” (Nemuri-neko), feita de madeira e com várias centenas de anos, foi devolvida na segunda-feira (28) ao Templo Toshogu, em Nikko, ao norte de Tóquio, depois de passar por processos minuciosos de restauração que perdurou por quase um ano.

A escultura histórica data do início do século 17, no período Edo, e é considerada umas das mais importantes esculturas feitas em madeira dessa época. Mediante isso, a escultura Nemuri-neko de Nikko é designada como Tesouro Nacional do Japão.

O trabalho de restauração compreendeu cerca de 30 estágios para a remoção da pintura antiga, confecção da base e pintura.

Os especialistas envolvidos nos trabalhos de restauração usaram técnicas tradicionais empregadas durante o período Edo.

Segundo eles, “o resultado do árduo e minucioso trabalho resultou em uma escultura com entalhes e pinturas próxima aos 100% da arte original empregada pelo artista que criou a importante obra de arte”.

O Nemuri-neko poderá ser apreciado no Templo Toshogu, que abrirá em dezembro à visitação o espaço onde originalmente a obra fica exposta. Fontes: Agência Kyodo | NHK News Japan.

Templo Toshogu
O Nikko Tosho-gu é um templo xintoísta localizado em Nikko, na província de Tochigi, leste do Japão e região metropolitana de Tóquio. O templo é considerado um dos cinco mais importantes da história do Japão por seu papel na era do xogunato.

O templo é dedicado a Tokugawa Ieyasu, fundador do xogunato Tokugawa. O templo data do ano de 1617, no período Edo. Depois, ele foi expandido durante o governo de Tokugawa Iemitsu, terceiro xogum.

O Templo Toshogu é parte dos “Santuários e Templos de Nikko”, Patrimônio Mundial da Unesco.

Durante o período Edo, o xogunato Tokugawa realizou procissões imponentes do templo ao longo da cidade de Nikko. Os festivais anuais de primavera e outono do templo reavivam essas ocasiões e são conhecidos como “Procissões de Mil Guerreiros.”

Cinco esculturas do templo são categorizadas como Tesouro Nacional do Japão, incluindo o “Gato dormente”, e mais três como Propriedades Culturais Importantes do Japão. Além disso, duas espadas na posse do templo são Tesouros Nacionais, e inúmeros outros objetos são Propriedades Culturais Importantes.

Construções famosas no templo incluem o Yomeimon, um portão decorado chaamado pelos japoneses de “higurashi-no-mon.” Este nome significa que qualquer um poderia observá-lo até o pôr-do-sol e não cansar-se fazê-lo.

Esculturas em relevo profundo, pintadas em cores ricas, decoram a superfície da estrutura. O próximo portão é o “Karamon”, decorado com ornamentos brancos. Próximo onde fica a escultura do “Nemuri-neko”, é atribuída a Hidari Jingoro.

O estábulo dos “Cavalos Sagrados” do templo exibe a famosa escultura dos “Três Macacos Sábios”, que não ouvem, não falam e não veem nada de maligno, um símbolo tradicional tnato na cultura japonesa como chinesa.

O pagode original, de cinco andares, foi doado por um daimyo (senhor feudal) em 1650, mas ele foi queimado durante um incêndio e reconstruído em 1818. Cada andar representa um elemento (terra, água, fogo, vento e éter ou vazio) em ordem crescente. Dentro do pagode há um pilar central (shinbashira), que é sustentado por correntes para minimizar os danos de terremotos.

Centenas de degraus de pedra levam o visitante pela floresta criptoméria ao túmulo de Ieyasu. Um torii no topo carrega a caligrafia atribuída ao Imperador Go-Mizunoo. O local abrig ainda uma grande urna de bronze que contém os restos de Tokugawa Ieyasu.

Tradicionalmente, todo templo xintoísta é comandado por um sacerdote homem. Contudo, essa tradição foi quebrada em 2008, quando Yuri Kawasaki tornou-se a primeira sacerdotisa mulher xintoísta a servir no Templo Toshogu.

Endereço do Templo Toshogu
2301 Sannai, Nikko, Tochigi Prefecture 321-1431 / Telefone +81 288-54-0560

Comentários