Cultura

Multidão participa de abertura da temporada de escalada do Monte Fuji

Cerca de 300 até 400 mil pessoas escalam o Monte Fuji a cada ano.

Do Mundo-Nipo

Uma multidão de pessoas se reuniu para subir o Monte Fuji nesta segunda-feira (01), marcando o início da temporada de escalada que acontece no início de julho e vai até o final de agosto. O esplendoroso monte, que na semana passada foi declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO, nunca foi tão movimentado em seu dia de abertura.

 

O plano é experimentar a cobrança durante 10 dias e depois decidir se a taxa será permanente a partir do próximo ano. A arrecadação será usada para ajudar na manutenção do monte e assim poder preservar a beleza natural da região (Foto: Kanpai Japan)

O plano é experimentar a cobrança durante 10 dias e depois decidir se a taxa será permanente a partir do próximo ano. A arrecadação será usada para ajudar na manutenção do monte e assim poder preservar a beleza natural da região (Foto: Kanpai Japan)

Centenas de alpinistas (amadores e profissionais) começaram a subida de 3776 metros antes do amanhecer em uma tentativa de alcançar o cume para assistir ao nascer do sol sobre o Oceano Pacífico.

Ondas de escaladores, muitos usando equipamentos de montanhismo “especialmente coloridos”, começaram a subir o monte a partir das 03h00 (hora local) de segunda-feira.

A multidão, em uma cena que poderia ser comparada a uma manhã extremamente movimentada nas estações de trem em Tóquio, embalava-se nas diversas rotas para o pico do monte.

Tochas e lanternas, carregadas pelos caminhantes, iluminavam a fila que serpenteava até o topo da montanha.

Por volta das 4h30 (hora local), o sol amarelo brilhava através de pequenas frestas entre as nuvens, fazendo com que muitos soltassem gritos de “banzai” (viva) para dar as boas-vindas à temporada de escalada.

O vulcão em forma de cone tem sido adorado no Japão desde tempos antigos, atraindo peregrinos e seguidores da religião animista nativa do xintoísmo.

 

(Foto: Travis Ball)

Tochas e lanternas, carregadas pelos caminhantes, iluminavam a fila que serpenteava até o topo da montanha. (Foto: Travis Ball)

A UNESCO classificou o Monte Fuji como “Patrimônio Cultural”. A entidade declarou que ele vem inspirando “poetas e artistas” durante séculos, além de ser usado como um “precioso objeto de peregrinação” por pessoas de diversas nações ao longo de muito tempo.

Cerca de 300 até 400 mil pessoas escalam o Monte Fuji a cada ano, mas empresas do setor turístico dizem que este ano é esperado um número bem maior devido ao seu novo estatuto de Patrimônio Mundial.

De acordo com a Organização Nacional de Turismo do Japão, mais de 400 mil pessoas estão sendo esperadas para a temporada deste ano. O número é baseado, em grande parte, pelos operadores de turismo, que estão com as agendas lotadas para quase a toda temporada.

Entretanto, ambientalistas alertam que um número tão grande de visitantes coloca uma pressão negativa sobre a montanha devido ao aumento de erosão e, principalmente, problemas com o lixo.

Os governos de Shizuoka e Yamanashi divulgaram que irão começar a pedir os escaladores para que paguem uma taxa voluntária de mil ienes a título experimental a partir de 25 de julho.

 

Para saber mais sobre Cultura, clique em mundo-nipo.com/variedades/cultura. Siga também oMundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários