Cultura

Os 10 personagens mais populares do Japão, de acordo com os japoneses

Crayon Shin-chan (Imagem: Reprodução/Montagem MN)

A pesquisa, que abrangeu todas as prefeituras japonesas, revela quais são os personagens mais populares de todos os tempos no país.

Atualizado em 26/09/2016 – às 16h31


O ‘Japan Talk’, um guia especializado em turismo e cultura japonesa, realizou uma pesquisa “entre os japoneses” para determinar quais são os personagens mais populares de todos os tempos. O portal entrevistou cerca de 20 mil pessoas de todas as faixas etárias nas 47 prefeituras do país, e o resultado não surpreendeu, já que o popularíssimo Doraemon foi eleito o personagem mais querido dos japoneses.

A pesquisa em questão compreende personagens de animes, mangás e as adoradas mascotes, geralmente criadas por governos locais e destinadas a promover as atrações regionais. Além destes, a lista inclui ainda os personagens criados inicialmente para servir como marca de artigos para jovens, como a mundialmente conhecida Hello Kitty, bem como os produzidos exclusivamente para programas de TV.

Apesar da popularidade atual do anime, mangá e da cultura pop japonesa ao redor do mundo, muitos dos personagens na lista são conhecidos apenas no Japão. O guia, no entanto, afirma que os personagens mais votados são íntimos de praticamente todos os japoneses.

Na publicação em que o Japan Talk divulgou o ranking, no final do ano passado, foi explicado que não houve uma lista de múltipla escolha, portanto, os inquiridos apontaram o personagem predileto sem nenhuma interferência ou sugestão.

A surpresa na lista é a ausência de mascotes entre os 10 personagens prediletos dos japoneses. Isso porque o país tem uma paixão incomum pelos yuru-kyara (personagens tranquilos). Os mais famosos têm até lojas próprias, onde são vendidos diversos produtos da marca. O mercado é enorme, pois abrange tanto crianças como adultos. Entretanto, o muito popular urso Kumamon, que representa a prefeitura de Kumamoto, no sudoeste do Japão, conseguiu seu lugar no top 20.

A seguir, os 10 personagens mais populares do Japão, de acordo com a preferência dos japoneses:

10. Goku (Dragon Ball)

Goku em todas as fases de evolução (Imagem: Divulgação)

Goku em todas as fases de evolução (Imagem: Divulgação)

Son Goku ou apenas Goku é o personagem principal da franquia Dragon Ball, criada por Akira Toriyama. Sua primeira aparição ocorreu em 1984, no primeiro capítulo do mangá Dragon Ball, publicado na revista Weekly Shonen Jump. Goku é apresentado como um menino estranho com rabo de macaco e força sobre-humana. Conforme a história se desenrola, é revelado que ele descende de uma raça alienígena chamada Saiyajins, os mais fortes guerreiros do universo.

Como protagonista da franquia, Goku é apresentando em todos animes, mangás, filmes, jogos da série. Graças a grande popularidade de Dragon Ball, Goku se tornou um ícone japonês e as críticas a seu respeito são extremamente positivas, fazendo dele um dos mais queridos personagem de anime e mangá de todos os tempos.

9. Shinnosuke Nohara (Crayon Shin-chan)

Crayon Shin-chan (Imagem: Reprodução/Montagem MN)

Crayon Shin-chan (Imagem: Reprodução/Montagem MN)

Shinnosuke Nohara é o protagonista de Crayon Shin-chan ou apenas Shin-chan, uma série de mangá escrita e ilustrada por Yoshito Usui.

O mangá narra o cotidiano de um garoto de cinco anos, Shinnosuke Nohara, com sua família, vizinhos e amigos. A história se passa em Kasukabe, província de Saitama, Japão. Sua publicação teve inicio em 1990, na revista semanal Manga Action, publicada pela Futabasha.

Sua adaptação para anime iniciou-se em 13 de abril de 1992, na TV Asahi, onde é exibido até hoje, completando mais de duas décadas de exibição ininterruptas na televisão.

Com isso, Shin-chan é considerada uma das séries de animação mais longas do mundo, com mais de 800 programas (cerca 2 mil episódios).

8.  Maruko-chan (Chibi Maruko-chan)

Chibi Maruko-chan (Foto: Divulgação)

Chibi Maruko-chan (Foto: Divulgação)

Maruko-chan é a personagem central da série Chibi Maruko-chan,  escrita e ilustrada por Momoko Sakura. A série retrata a vida cotidiana da autora nos tempos em que era uma garotinha, onde todos a chamavam de Maruko, em 1974. A série se passa na antiga cidade de Shimizu, agora parte da cidade de Shizuoka, cidade natal de Momoko Sakura.

A primeira história, sob o título “Chibi Maruko-chan”, foi publicada na edição de agosto de 1986 da revista Ribon. Chibi Maruko-chan foi adaptado em um anime série de TV pela Nippon Animation, que foi ao ar na Fuji Television a partir do dia 7 janeiro de 1990 até 27 de setembro de 1992. A série também recebeu uma adaptação para filme de animação e tem gerado uma gama de produtos. Uma segunda série de TV, que teve início em 1995, ainda é exibida até os dias atuais.

7. Sazae-san

Sazae-san (Foto: Reprodução/Fuji TV)

Sazae-san (Foto: Reprodução/Fuji TV)

Sazae-san é uma revista de quadrinhos japonesa criada por Machiko Hasegawa. Foi publicado pela primeira vez num jornal local de Hasegawa, o Fukunichi Shinbun, em 22 de abril de 1946.

Quando o Asahi Shimbun, um dos jornais mais antigos do Japão, desejou ter Hasegawa desenhando quadrinhos para o seu jornal, a autora se mudou para Tóquio, em 1949, com a explicação de que os personagens principais se mudaram de Kyushu para Tóquio também.

A tiragem em quadrinhos lidava com situações contemporâneas em Tóquio e foi publicada até Hasegawa se aposentar e terminar os quadrinhos em 21 de fevereiro de 1974.

Embora sendo pouco conhecida no ocidente, a personagem é bastante famosa no Japão. O anime possui mais de 6 mil episódios e ainda se encontra em exibição ininterrupta. A série é uma das mais assistidas no país.

6. Pikachu (Pokémon)

Pikachu (Foto: Reprodução)

Pikachu (Foto: Reprodução)

Pikachu é uma das espécies de criaturas pertencentes à mundialmente conhecida franquia Pokémon (Poketto Monsutta, literalmente, monstros de bolso ou bichos de bolso).

A marca engloba uma variada gama de produtos que são divididas em várias mídias. Inicialmente lançada com os jogos eletrônicos de RPG Pokémon Red e Blue para o vídeo game portátil Game Boy, em fevereiro de 1996.

No mundo fictício da franquia Pokémon, Pikachu tem a capacidade de armazenar eletricidade em suas bochechas e liberá-la em ataques baseados em relâmpagos. Pikachu foi o oitavo personagem de ficção mais lucrativo em 2002, segundo levantamento da revista Forbes.

O carisma de Pikachu o levou a mascote oficial da franquia e o personagem preferido da série em todo o mundo.

5. Astro Boy

Astro Boy (Foto: Reprodução)

Astro Boy (Foto: Reprodução)

Tetsuwan Atom (literalmente, “Poderoso Atom”) é um mangá de Osamu Tezuka. Lançado em  abril de 1952, o robozinho ganhou diversas adaptações para séries de anime e produções para o cinema.

Por ter sido a primeira série animada exibida no Japão, tornou-se a referência do gênero. As transmissões tiveram início a partir de 1963 e seu sucesso deu origem à indústria japonesa de animação.

4. Mario (Super Mario da Nintendo)

Mario (Foto: Divulgação/Nintendo)

Mario (Foto: Divulgação/Nintendo)

Criado pelo desenvolvedor e designer de jogos eletrônicos japoneses, Shigeru Miyamoto, Mario é um personagem fictício da franquia e série de jogos da Nintendo, no qual é o protagonista homônimo da série.

Mario já apareceu em mais de duas centenas de jogos desde sua criação, em 1981. Apesar de originalmente aparecer apenas em jogos de plataforma, começando com Donkey Kong, Mario constantemente aparece em variados gêneros de jogos eletrônicos como corrida, puzzles, party, role-playing, luta e esportes.

Mario é retratado como um encanador italiano baixinho e rechonchudo que reside no Reino dos Cogumelos. Como mascote da Nintendo, Mario é o personagem mais famoso da história dos videogames e sua imagem está sempre associada com seus jogos. Até os dias de hoje, os jogos estrelados pelo personagem já venderam quase um bilhão de unidades no mundo inteiro.

3. Totoro (Meu Amigo Totoro)

Meu amigo Totoro (Imagem: Divulgação)

Meu amigo Totoro (Imagem: Divulgação)

Totoro é o personagem central de uma animação japonesa dos anos 1980. O filme “Tonari no Totoro” (Meu Amigo Totoro) foi produzido em 1988 pelos Estudios Ghibli, com roteiro e direção do aclamado cineasta Hayao Miyazaki. O longa-metragem de animação recebeu o prêmio de Filme do Ano da Crítica Cinematográfica Japonesa. Foi a primeira vez que uma produção de desenho animado foi premiada ao concorrer em igualdade com filmes, elevando a animação à mesma categoria do cinema no Japão.

“Tonari no Totoro” conta a história de duas irmãs que se mudam com o pai da cidade para o interior nos anos 50, e mostra com sensibilidade e fantasia como ambas se ambientam à nova casa e aos seres imaginários que povoam a mata, como o peludo e gentil Totoro, amigo das plantas.

2. Hello Kitty

Hello Kitty (Imagem: Divulgação)

Hello Kitty (Imagem: Divulgação)

A Hello Kitty foi criada pela empresa Sanrio, em 1974, com a finalidade de servir como marca de artigos para meninas, como bolsas, cadernos, agendas, fichários, bijuterias, adesivos, entre outros.

A gatinha recebeu o nome em inglês porque as culturas norte-americana e britânica eram populares entre as garotas japonesas na época de sua criação.

A primeira série animada da Hello Kitty foi produzida em 1986, com o título “Hello Kitty’s Furry Tale Theatre”. Posteriormente, a gatinha seria protagonista de diversas séries animadas. Desde sua criação, Hello Kitty ganhou uma gama de jogos que ajudaram na popularização da marca. O primeiro jogo da série foi produzido para NES, em 1992, e depois não parou mais. A série ganhou jogos para simplesmente todas as plataformas, desde sua criação até os dias atuais.

1. Doraemon

Doraemon (Imagem: Divulgação)

Doraemon (Imagem: Divulgação)

Finalmente chegamos ao personagem preferido dos japoneses. Criado por Fujiko Fujio, Doraemon é um gato robótico que voltou dois séculos atrás para ajudar o estudante Nobita Nobi. A primeira aparição da série foi em dezembro de 1969, quando foi publicada simultaneamente por 6 revistas diferentes. No total, foram criadas 1344 histórias diferentes nas séries originais, que são publicadas pela editora Shogakukan. Posteriormente, o mangá foi adaptado para anime e produções cinematográficas.

A maioria dos episódios de Doraemon tem conteúdos com lições morais a respeito de valores tais como honestidade, perseverança, coragem, respeito para com a família e, principalmente, com as pessoas idosas. A série também levanta diversas questões sobre o meio-ambiente, como espécies em via de extinção, desflorestamento e poluição.

Em 2002, o personagem central da série foi aclamado como herói asiático. Em março de 2008, o Ministério dos Negócios Estrangeiro do Japão nomeou Doraemon como o primeiro “anime embaixador” do país. Segundo o ministério, a decisão teve como objetivo ajudar as pessoas em outros países a compreender melhor o anime japonês e a aprofundar seu interesse pela cultura japonesa.

Comentários