Natureza

Japão pretende aumentar multa sobre comércio de animais em risco de extinção para US$ 1,1 milhão

As revisões para o aumento da multa vêm em resposta a crescentes apelos de ambientalista para as espécies ameaçadas serem mais bem protegidas.

Do Mundo-Nipo

O projeto de revisão de uma lei para salvar a fauna e a flora em risco de extinção sujeitará as empresas envolvidas na ilegalidade de adquirir ou vender espécies ameaçadas de extinção a uma multa de até 100 milhões de ienes, informou nesta segunda-feira imprensa japonesa.

 

Gato-de-iriomote (Foto: Instituto de Proteção Ambiental do Japão)

O gato-de-iriomote é uma espécie de gato selvagem que vive exclusivamente na ilha de Iriomote no Japão e está classificado como espécie em risco de extinção (Foto: Instituto de Proteção Ambiental do Japão)

 

De acordo com documentos obtidos pela agência Kyodo News, as revisões propostas vêm em resposta a crescentes apelos de ambientalista para as espécies ameaçadas serem mais bem protegidas.

Sob a lei revista, que será apresentado durante a atual sessão parlamentar, a pena máxima para empresas infratoras seria aumentado a partir da multa atual de 1 milhão para 100 milhões de ienes, cerca de 1,1 milhão de dólares.

 

Veja mais notícias sobre Natureza em mundo-nipo.com/variedades/natureza. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*