Internet

Usuários do app Line serão pagos para assistir anúncios de vídeo

Chamado de “Line Free Coin”, o serviço entrará no ar em meados de janeiro para usuários do Android em sete países asiáticos.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

A japonesa Line, aplicativo de mensagens que tem mais de 300 milhões de usuários registrados, anunciou na última sexta-feira que vai incluir anúncios em vídeo em sua plataforma e, como compensação, vai remunerar os usuários que assistir aos vídeos.

 

Aplicativo Line (Imagem: Reprodução)

Os usuários que assistirem aos vídeos dos anunciantes receberão pagamentos em Line Coins (Imagem: Reprodução)

 

Chamado de “Line Free Coin”, o serviço entrará no ar em meados de janeiro para usuários do Android em sete países asiáticos: Japão, Taiwan, Hong Kong, Tailândia, Indonésia, Malásia e Cingapura.

Os usuários que assistirem aos vídeos dos anunciantes receberão pagamentos em Line Coins (moeda virtual da Line), que pode ser trocada por serviços dentro do aplicativo.

Um porta-voz da Line afirmou que o recurso é uma nova maneira que as empresas podem usar para promoverem-se, dando aos usuários a chance de ganhar dinheiro virtual para gastar em pacotes de stickers, jogos e outros conteúdos digitais.

Ainda não há previsão de quando o serviço chegará ao Brasil nem informações sobre o valor que os usuários receberão por cada vídeo assistido.

A japonesa Line chegou ao Brasil em 2013 para concorrer com serviços populares como WhatsApp, WeChat e Kakao Talk. A empresa foi lançada no Japão em 2011 e atingiu 100 milhões de usuários no prazo de dezoito meses e 200 milhões seis meses depois. Com uma ascensão impressionante, hoje ela tem 300 milhões de usuários no mundo, sendo uma das que mais tem crescido globalmente como empresa de aplicativo.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •