Cultura

Histórica fábrica de seda do Japão é declarada como Patrimônio da Humanidade

Construída na Era Meiji, a Fábrica de Seda de Tomioka foi reconhecida neste sábado, durante a reunião do Comitê Intergovernamental para a Salvaguarda do Patrimônio Imaterial da Unesco.

Do Mundo-Nipo com agências

Uma fábrica de seda do século XIX situada na província de Gunma, no leste do Japão, foi confirmada como Patrimônio Cultural da Humanidade. O reconhecimento pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) ocorreu neste sábado (21), durante a um reunião do Comitê Intergovernamental para a Salvaguarda do Patrimônio Imaterial, realizada durante esta semana na cidade de Doha, no Qatar.

 

Fábrica de Seda de Tomioka (Foto: Kyodo)

A Fábrica de Tomioka foi fundada pelo Governo da Era Meiji como parte dos esforços para modernizar o país (Foto: Kyodo)

 

Membros do comitê da Unesco estavam reunidos desde a sexta-feira (21) para examinar os 36 locais candidatos de todo o mundo.

Os membros avaliaram minuciosamente a Fábrica de Seda de Tomioka e locais relacionados na província de Gunma, nas proximidades de Tóquio. Dado a importância história tanto da fábrica como do local, eles acharam por bem conceder o status de Patrimônio Cultural da Humanidade para a fábrica que muito contribuiu para a indústria japonesa.

A Fábrica de Seda de Tomioka foi construída em 1872 e tonou-se a primeira estatal japonesa. Fundada pelo Governo da Era Meiji como parte dos esforços para modernizar o país, a fábrica teve um papel importante para economia japonesa e acabou por tornar-se um dos principais esteios na transição do Japão para uma nação industrial moderna.

(Com informações da Agência Kyodo e NHK News)

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*