Produção global das montadoras do Japão salta mais de 14% em outubro

Seis das oito fabricantes japonesas de veículos relataram forte aumento na produção global, enquanto a produção doméstica combinada também subiu fortemente, para mais de 36,1%.
Automóveis no porto de Yokohama | ©Bloomberg Media Distribution
Porto de Yokohama | ©Bloomberg Media

A produção global combinada das principais montadoras japonesas cresceu 14,4%, para 2,11 milhões de unidades em outubro na comparação anual, à medida que a escassez de peças provocada pela pandemia da Covid-19 diminuiu, informou a Kyodo News.

Seis das oito fabricantes japonesas de veículos, exceto a Nissan e a Mitsubishi, relataram aumentos na produção, embora ainda não esteja claro se eles podem sustentar a tendência de alta em meio a uma escassez contínua de semicondutores em razão, principalmente, dos bloqueios na China em razão de nova onda de Covid-19 no país.

A Toyota informou que sua produção global cresceu 23%, para 771.382 veículos, e suas vendas globais alavancaram 22,8%, para 832.373 unidades em outubro, ambos superando os números do ano anterior pelo terceiro mês consecutivo.

Já a Honda, terceira maior montadora do Japão, viu sua produção em outubro aumentar 1,1%, para 330.002 unidades, marcando o quinto mês consecutivo de aumento, enquanto a Suzuki reportou forte alta de 14,1%, para 267.337 veículos, um aumento que foi potencializado pelo crescimento de sua produção indiana.

A produção da Subaru expandiu 43,1% no décimo mês de 2022, para 88.457 unidades. A empresa disse que o impacto da escassez de peças, como chips de computador, permanece, mas ficou menor em comparação com a forte carência registrada no ano anterior.

Por sua vez, a Nissan, segunda maior montadora do Japão, anunciou que sua produção global retraiu 2,4%, para 297.801 veículos, ficando abaixo da produção do ano anterior pela primeira vez em quatro meses.

Outra montadora japonesa que viu sua produção global cair em outubro foi a Mitsubishi, que registrou forte descenso de 17,6%, para 86.533 veículos. Segundo a montadora, o tombo foi devido a uma maior queda da produção na Ásia. 

A produção doméstica combinada das oito montadoras registrou um salto de 36,1%, para 655.459 unidades, enquanto a Honda e a Mitsubishi registraram queda anual.

A Toyota viu sua produção interna em outubro aumentar 33,7% em relação ao ano anterior, para 203.149 veículos, enquanto a produção no exterior aumentou 19,5%, para 568.233 unidades, com a produção chinesa aumentando 18,4% e a produção norte-americana crescendo 16,2%.

Suas vendas domésticas, incluindo as de miniveículos, dispararam 34,3%, para 113.723 unidades, e as vendas no exterior subiram 21,2%, para 718.650 veículos, com as vendas na América do Norte saltando 26,8%. Os números de produção e vendas no exterior foram recorde para outubro.

== Mundo-Nipo (MN)
Foto: Bloomberg Media Distribution

Total
6
Shares
Previous Article
Japão vence Espanha na Copa do Mundo 2022 | ©Kyodo

Japão, fantástico, vence a Espanha e avança às oitavas como líder do Grupo E

Next Article
Nobel de medicina Tasuku Honjo | Reprodução/Kyodo

Farmacêutica no Japão doa ¥1,9 bilhão em ações para a Universidade de Kyoto

Related Posts