Ciência e Saúde

Japão tem mais de 1,4 mil pessoas internadas com Covid em estado grave

©Kyodo

Os hospitais no Japão estão colapsados, enquanto números recordes de casos diários foram batidos em 15 prefeituras japonesas.

O Japão bateu novo recorde nacional na quantidade de casos diários de Covid-19, bem como no número de pacientes internados em 24 horas em unidades de terapia intensiva (UTIs), informou a mídia japonesa na quinta-feira (12).

Segundo noticiou a emissora estatal NHK, o Japão registrou ontem 18.882 contágios em 24 horas. Um dia antes, o país havia contabilizado 15.812, o que era o número mais alto até então.

A nova onda de contaminações pelo novo coronavírus no Japão começou no início de julho, mas no fim do mesmo mês a nação já superou a marca de 10 mil contágios pela primeira vez.

Os números recordes foram batidos em 15 prefeituras, incluindo Osaka e Okinawa. Já a capital Tóquio registrou o segundo maior número até hoje, com 4.989 confirmações. A maior marca foi atingida em 5 de agosto, com 5.042 casos, de acordo com o jornal The Japan Times e o canal online NHK News.

Apesar da alta exponencial nos casos, as mortes continuam em cerca de 300 por dia o que, apesar de elevado, mantém o padrão dos últimos meses.

Por sua vez, a quantidade de internações em unidades de terapia intensiva (UTIs) por Covid-19 totalizou 72 a mais em 24 horas, elevando para 1.404 pacientes – recorde desde 26 de maio.

Especialistas locais ouvidos pelo The Japan Times destacam que a alta na curva epidemiológica não está diretamente ligada aos Jogos Olímpicos, que terminaram no dia 23 de julho. Mas ressaltam que, ao realizar o evento, os moradores acabaram tendo uma “sensação de normalidade” e relaxaram nas regras sanitárias.

A expectativa é que o país entre em uma nova prorrogação do estado de emergência que termina no fim do mês.

Campanha de vacinação

Mesmo sendo um país extremamente desenvolvido, a campanha de vacinação japonesa é considerada muito lenta. Apenas 48,3% da população iniciou o ciclo vacinal.

Apenas 36,2% dos cidadãos completaram a imunização, ou seja, tomaram duas doses das vacinas disponibilizadas no país.

Segundo o The Japan Times, o primeiro-ministro Yoshihide Suga, por sua vez, pretende vacinar 40% do país até o final deste mês, uma meta considerada extremamente baixa pelos epidemiologistas consultados pelo jornal japonês.

Ao todo, desde o início da pandemia, o Japão soma 1.090.236 casos confirmados e 15.356 óbitos pelo Covid-19.

== Mundo-Nipo (MN)