Ciência e Saúde Política

Premiê do Japão é vacinado contra a Covid-19

©Kyodo

Suga foi imunizado como preparação para uma reunião com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, no mês que vem.

  • 90
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    90
    Shares

O primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, foi vacinado contra Covid-19 nesta terça-feira, no que representou a primeira dose do imunizante desenvolvido pela  norte-americana Pfizer em parceria com a alemã BioNTech, informou a agência Reuters.

O líder da terceira maior economia mundial foi imunizado como preparação para uma reunião com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, no mês que vem, tornando-se a primeira autoridade governamental do país a ser vacinada publicamente.

Entre 80 e 90 autoridades japonesas serão vacinadas antes de irem aos Estados Unidos no início do próximo mês, onde Suga se tornará o primeiro líder mundial a se reunir com Biden depois de o norte-americano tornar-se presidente.

“Não doeu”, disse Suga aos jornalistas depois de tomar a vacina. Um médico examinou os olhos e a garganta do premiê antes da aplicação da injeção no braço esquerdo dele.

O Japão iniciou a campanha de vacinação contra a Covid-19 no mês passado com doses importadas do imunizante desenvolvido em conjunto pela Pfizer com a alemã BioNTech.

Taro Kono, ministro responsável pelo esforço de vacinação contra Covid-19 do Japão, tem se concentrado em levar a vacina aos profissionais de saúde e àqueles com mais de 65 anos. Ele disse que o imperador Naruhito, que recentemente completou 61 anos, terá de esperar pela sua vez, mas que o imperador aposentado Akihito, de 87 anos, está no grupo inicial.

Suga, de 72 anos, prometeu que o país terá doses suficientes para sua população de 126 milhões de pessoas até junho, antes do início dos Jogos Olímpicos de Tóquio em 23 de julho. O fornecimento tem vindo de fábricas da Pfizer na Europa e a expectativa é que as entregas sejam aceleradas nos próximos meses.

Até ontem (15), o Japão havia aplicado ao menos a primeira dose da vacina em mais de 290 mil pessoas.

Mundo-Nipo (MN)
Com agência Reuters.

  • 90
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    90
    Shares