Ciência e Saúde

Japão hesita em flexibilizar restrições de viagem para vacinados

©Charly Triballeau/iStock

Vários países já relaxaram a quarentena, mas Japão segue ignorando passaporte de vacinação e testes de Covid-19 de viajantes.

O governo do Japão continua sem relaxar seu pedido de quarentena de 14 dias para viajantes do exterior, mesmo que outras grandes economias se movam para renunciar a tais requisitos para aqueles comprovadamente vacinados contra Covid-19, informou o jornal Nikkei Asia.

Após um pedido do principal lobby empresarial Keidanren este mês, Tóquio sinalizou sua intenção de aliviar gradualmente as restrições. A capital japonesa está considerando encurtar a duração da quarentena, mas continua relutante em dispensá-la completamente.

Atrasos na flexibilização das restrições de viagem impediriam que os viajantes de negócios viajassem ao Japão. Os profissionais japoneses também se recusam a ir para o exterior porque enfrentam uma quarentena de 14 dias ao retornar. Keidanren está preocupado com o impacto nos negócios.

Passaporte de vacina

O governo começou a emitir passaportes de vacinas no final de julho. O certificado agora é aceito por mais de 30 países e regiões. Mas a lista não inclui o continente americano, um dos principais destinos dos viajantes japoneses de negócios.

As restrições de viagem são regidas pelo princípio da reciprocidade. Se o Japão se recusar a aliviar as restrições aos viajantes estrangeiros, outras nações provavelmente imporão regras semelhantes aos viajantes do Japão.

Países relaxam restrições

Outros países avançaram na retomada das viagens de negócios. O Reino Unido, por exemplo, permitirá que viajantes vacinados de 17 países e regiões, incluindo Japão, Cingapura e Taiwan, pulem uma quarentena de 10 dias a partir do próximo mês.

Os testes Covid-19 pré-viagem também serão dispensados para viajantes de países onde as infecções são consideradas sob controle. Os testes de PCR após a chegada também serão alterados para testes rápidos.

Da mesma forma, a França dispensou sua quarentena de sete dias e testes para aqueles com comprovação de vacinação. A Itália também abriu mão da quarentena para viajantes vacinados do Japão, dos EUA e de outros países selecionados. Cingapura também retirou a exigência de quarentena para viajantes vacinados da Alemanha e de outros lugares.

Os EUA deixam o assunto para cada estado, mas as diretrizes dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças não buscam uma quarentena para as pessoas totalmente vacinadas se testarem negativamente após a chegada.

A União Europeia usa desde julho um passaporte de vacinação digital para renunciar a quarentenas e testes dentro das 27 nações-membros, bem como na Suíça e na Noruega.

Ao aliviar as restrições aos vacinados, as nações estão tentando retomar a atividade econômica enquanto contêm a pandemia. A indústria aérea, em particular, está ansiosa para ver tal mudança.

== Mundo-Nipo (MN)
Fonte: Nikkei Asia.