Ciência e Saúde

Cuide de suas costas: Aprenda a escolher uma cadeira home office

©Herman M.

Trabalhar em uma cadeira comum por muitas horas pode causar sérios problemas de saúde, inclusive lesões na coluna e má circulação.

A boa postura é parte importante da nossa qualidade de vida, e a falta dela pode causar consequências negativas como desconforto, dores e fadiga, podendo resultar, até mesmo, em lesões do sistema musculoesquelético, que inclui síndrome do túnel do carpo e hérnias cervicais, além de distúrbios do sono e do sistema vascular, entre muitos outros problemas de saúde.

Se na era pré-covid-19 muitos empregos consistiam em ficar sentado(a) por grande parte do dia, havia também a necessidade de locomoção. As pessoas se viam obrigadas a caminhar, subir e descer escadas ou ficar em pé no transporte público – o que significava exercer alguma atividade física no ato de ir de casa para o trabalho e vice-versa.

Porém, nos tempos da pandemia de Covid-19, muitos trabalhadores, principalmente aqueles que trabalham em escritórios, passaram a trabalhar em casa, o chamado trabalho remoto. Na prática, a pessoa também é obrigada a trabalhar sentada, mas com a diferença de que os móveis residenciais comuns não são projetados para o estudo ou trabalho remoto.

Foto: Depositphotos

Ficar em uma cadeira por muitas horas pode levar a várias complicações na coluna e, se você fizer isso em uma cadeira que não foi projetada para ficar sentado(a) por muito tempo, os problemas podem ser ainda maiores.

Foto: Autonomous
Defina um espaço

Para projetar um ótimo espaço de trabalho ou estudo, não basta pensar em comprar ou ter uma cadeira de escritorio ergonômica, tão em evidência nos últimos tempos, mas que muitas vezes é mal interpretada como um conceito.

Para estabelecer um ambiente sob critérios ergonômicos, é preciso levar em consideração uma relação em que a pessoa ou o trabalhador(a) é a figura central, mas que deve necessariamente levar em consideração a interação que eles têm com o seu ambiente e os elementos que nele existem.

Em primeiro lugar, o que se deve ter é um espaço específico para trabalho ou estudo, com certos móveis básicos de acordo com o trabalho ou tarefa a ser realizada, principalmente uma escrivaninha ou mesa e uma cadeira que cumpra as normas.

Foto: Steelcase
Considerações para escolher uma cadeira de trabalho ou estudo

Precisamos, principalmente, de um suporte que nos permita manter uma postura ótima na posição sentada (que é como se chama quando uma parte do peso do corpo é transferida para uma superfície de trabalho). Dessa forma, evitamos posturas viciosas ou trabalhando sobre superfícies como a cama ou outras semelhantes, que não permitem a adoção de uma postura que nos prepare para o trabalho, e também evitamos as consequências negativas que isso pode trazer.

Na escolha de uma cadeira home office, ou para estudo, cinco critérios principais devem ser levados em consideração:

1. Altura
Deve ser adaptada de forma que os pés fiquem apoiados no solo, numa posição de quadril, joelho e tornozelo a 90 graus, o que permitirá um alinhamento ideal com o tronco ou coluna.

2. Profundidade
A ideia é que permita que a fossa poplítea, região posterior da articulação do joelho, fique livre de pressões excessivas que podem gerar desconforto ou outros sintomas nos membros inferiores.

3. Apoio da região dorsal
Aqui falamos de espaldar e o principal é que ele permite que as curvaturas fisiológicas normais sejam mantidas durante a posição sentada.

Foto: Stockvault

4. Apoio ao nível cervical
Algumas cadeiras têm incorporado e regulável, senão estes acessórios podem ser fixados.

5. Apoio dos braços móveis
É imprescindível que os braços fiquem alinhados na altura da mesa, para poder trabalhar em uma posição agradável. Por isso, é necessário que o antebraço permita uma angulação do cotovelo entre 90 a 105 graus aproximadamente, e que permita que as mãos não fiquem no ar.

6. Suporte basal
Com ou sem rodas, esta base deve ser larga e estável para evitar acidentes. Pode ser complementado com um apoio para os pés para aliviar a tensão nos membros inferiores ao sentar.