Economia

Japão ocupa 6º lugar no ranking de países mais competitivos

Além de ocupar a ótima 6ª posição no ranking geral, Japão se destacou na categoria “Negócios”, na qual figura no 2º lugar.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Japão se manteve em 6º lugar na edição 2015 do relatório do Fórum Econômico Mundial que analisa as economias mais competitivas do mundo.

Divulgado no final de setembro, o estudo 2015 pesquisou a competitividade de 140 países em 12 diferentes pilares. A Suíça lidera pelo sétimo ano consecutivo e o top 10 do ranking continua praticamente com os mesmos países do ano passado, com algumas poucas alterações nas posições.

Japão manteve a mesma colocação alcançada na edição anterior do ranking, em 6º lugar. O país, no entanto, se destaca este ano na categoria “Sofisticação dos Negócios, na qual ocupa a 2ª posição.

O Brasil teve a maior queda entre todos os 140 países analisados, recuando 18 posições em relação ao ano passado. O país ficou em 75º lugar, seu pior resultado da história, atrás de países como Filipinas (47º), Vietnã (56º) e Marrocos (72º).

Veja a seguir quais são as 10 economias mais competitivas do mundo (incluindo os dados do Brasil):

1º Suíça
Em relação a 2014: Mesma posição
Liderança mundial: Inovação
Fator mais problemático para os negócios: Burocracia ineficiente do governo

2º Singapura
Em relação a 2014: Mesma posição
Liderança mundial: Educação superior e treinamento
Fator mais problemático para os negócios: Regulações restritivas de trabalho

3º Estados Unidos
Em relação a 2014: Mesma posição
Liderança mundial: Ampliação de eficiências
Fator mais problemático para os negócios: Nível dos impostos

4º Alemanha
Em relação a 2014: Subiu uma posição
Melhor posição mundial: Sofisticação dos negócios (3º)
Fator mais problemático para os negócios: Complexidade dos impostos

5º Holanda
Em relação a 2014: Subiu 3 posições
Melhor posição mundial: Infraestrutura (3º)
Fator mais problemático para os negócios: Regulações restritivas de trabalho

6º Japão
Em relação a 2014: Mesma posição
Melhor posição mundial: Sofisticação dos negócios (2º)
Fator mais problemático para os negócios: Nível dos impostos

7º Hong Kong
Em relação a 2014: Mesma posição
Liderança mundial: Infraestrutura
Fator mais problemático para os negócios: Capacidade insuficiente de inovar

8º Finlândia
Em relação a 2014: Caiu 4 posições
Liderança mundial: Instituições
Fator mais problemático para os negócios: Nível dos impostos

9º Suécia
Em relação a 2014 Subiu 1 posição
Melhor posição mundial Prontidão tecnológica (4º)
Fator mais problemático para os negócios: Regulações restritivas de trabalho

10º Reino Unido
Em relação a 2014: Caiu 1 posição
Melhor posição mundial: Eficiência do mercado de trabalho (5º)
Fator mais problemático para os negócios: Acesso a financiamento

75º Brasil
Em relação a 2014: Caiu 18 posições
Melhor posição mundial: Tamanho de mercado (7º)
Fator mais problemático para os negócios: Nível de impostos

Do Mundo-Nipo

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •