Economia

Japão ocupa 6º lugar no ranking de países mais competitivos

Além de ocupar a ótima 6ª posição no ranking geral, Japão se destacou na categoria “Negócios”, na qual figura no 2º lugar.

Japão se manteve em 6º lugar na edição 2015 do relatório do Fórum Econômico Mundial que analisa as economias mais competitivas do mundo.

Divulgado no final de setembro, o estudo 2015 pesquisou a competitividade de 140 países em 12 diferentes pilares. A Suíça lidera pelo sétimo ano consecutivo e o top 10 do ranking continua praticamente com os mesmos países do ano passado, com algumas poucas alterações nas posições.

Japão manteve a mesma colocação alcançada na edição anterior do ranking, em 6º lugar. O país, no entanto, se destaca este ano na categoria “Sofisticação dos Negócios, na qual ocupa a 2ª posição.

O Brasil teve a maior queda entre todos os 140 países analisados, recuando 18 posições em relação ao ano passado. O país ficou em 75º lugar, seu pior resultado da história, atrás de países como Filipinas (47º), Vietnã (56º) e Marrocos (72º).

Veja a seguir quais são as 10 economias mais competitivas do mundo (incluindo os dados do Brasil):

1º Suíça
Em relação a 2014: Mesma posição
Liderança mundial: Inovação
Fator mais problemático para os negócios: Burocracia ineficiente do governo

2º Singapura
Em relação a 2014: Mesma posição
Liderança mundial: Educação superior e treinamento
Fator mais problemático para os negócios: Regulações restritivas de trabalho

3º Estados Unidos
Em relação a 2014: Mesma posição
Liderança mundial: Ampliação de eficiências
Fator mais problemático para os negócios: Nível dos impostos

4º Alemanha
Em relação a 2014: Subiu uma posição
Melhor posição mundial: Sofisticação dos negócios (3º)
Fator mais problemático para os negócios: Complexidade dos impostos

5º Holanda
Em relação a 2014: Subiu 3 posições
Melhor posição mundial: Infraestrutura (3º)
Fator mais problemático para os negócios: Regulações restritivas de trabalho

6º Japão
Em relação a 2014: Mesma posição
Melhor posição mundial: Sofisticação dos negócios (2º)
Fator mais problemático para os negócios: Nível dos impostos

7º Hong Kong
Em relação a 2014: Mesma posição
Liderança mundial: Infraestrutura
Fator mais problemático para os negócios: Capacidade insuficiente de inovar

8º Finlândia
Em relação a 2014: Caiu 4 posições
Liderança mundial: Instituições
Fator mais problemático para os negócios: Nível dos impostos

9º Suécia
Em relação a 2014 Subiu 1 posição
Melhor posição mundial Prontidão tecnológica (4º)
Fator mais problemático para os negócios: Regulações restritivas de trabalho

10º Reino Unido
Em relação a 2014: Caiu 1 posição
Melhor posição mundial: Eficiência do mercado de trabalho (5º)
Fator mais problemático para os negócios: Acesso a financiamento

75º Brasil
Em relação a 2014: Caiu 18 posições
Melhor posição mundial: Tamanho de mercado (7º)
Fator mais problemático para os negócios: Nível de impostos

Do Mundo-Nipo