Economia

Confiança do consumidor do Japão cai pelo segundo mês consecutivo

A confiança do consumidor japonês piorou em janeiro, caindo quase um ponto ante o mês anterior.

Do Mundo-Nipo

A confiança do consumidor japonês piorou em janeiro, para o segundo mês consecutivo de queda, mostrou a pesquisa do Escritório do Gabinete, em um possível sinal de cautela antes da elevação do imposto sobre consumo em abril.

O índice de confiança da pesquisa para as famílias em geral, que inclui opiniões sobre receita e emprego, caiu para 40,5 em janeiro, ante 41,3 no último mês do ano passado, segundo dados ajustados sazonalmente.

O índice de confiança do consumidor reflete as perspectivas dos consumidores sobre a situação de vida, crescimento da renda, as condições do mercado de trabalho e as perspectivas de compra de bens duráveis. O índice atua como referência para dados sobre gastos dos consumidores.

Leitura abaixo de 50 sugere pessimismo do consumidor, enquanto uma pontuação acima de 50 indica que os consumidores estão esperando melhores condições. O índice não atinge 50 ou mais desde fevereiro de 2006.

A pesquisa aponta ainda que o índice de confiança no “mercado de trabalho” melhorou, mas as condições de “vida em geral” e “aumento da renda” diminuíram, enquanto que o índice de “vontade de comprar bens duráveis” caiu para o menor nível desde maio de 2011.

O Escritório do Gabinete, no entanto, manteve sua avaliação global do índice inalterado, afirmando que a confiança do consumidor parece estar apenas parada e que o “leve declínio” pode ser temporário, com base na expectativa sobre a alta do imposto sobre consumo que virá em abril.

(Do Mundo-Nipo com NHK News e Agência Kyodo).

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.