Economia

Japão registra déficit comercial recorde no ano fiscal de 2013

O país registrou um déficit recorde de 13,75 trilhões ienes.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Japão registrou um déficit comercial recorde de 13,75 trilhões de ienes no ano fiscal de 2013, terminado em março, um aumento de 68,5% ante o ano anterior, mostraram dados do governo nesta segunda-feira (21), indicando que os custos de importação superaram as receitas de exportação devido ao iene mais fraco e às contas mais altas de combustível, em meio ao impasse prolongado sobre o reinício das usinas nucleares.

Foi também a primeira vez que a balança comercial do Japão permaneceu em déficit pelo terceiro ano consecutivo, desde que dados comparáveis ​​se tornaram disponíveis, em 1979, informou o Ministério das Finanças em um relatório preliminar.

As importações aumentaram 17,3%, para 84, trilhões de ienes no ano até março. Trata-se do maior valor já registrado e o quarto ano consecutivo de alta. Os custos de importação têm aumentado devido à desvalorização do iene e às maiores importações de combustível depois que o Japão fechou as usinas nucleares, após o desastre de Fukushima em 2011.

No ano, as importações de petróleo bruto subiram 18,4%, e de gás natural liquefeito teve um aumento de 18,2%.

As exportações aumentaram 10,8% em relação ao ano anterior, um movimento levado, principalmente, pela maior demanda de automóveis para os Estados Unidos.

Dados do ministério também mostraram que o Japão registrou déficit comercial de 1,45 trilhão de ienes na estimativa preliminar de março. O número ficou acima da previsão do mercado de déficit de 1,07 trilhão de ienes.

Em março, o dado referente às exportações subiu 1,8% em relação ao mesmo período de 2013, frustrando as projeções de alta de 7,0%. Na mesma base de comparação, as importações cresceram 18,1%.  O valor das importações superou o das exportações pelo 21º mês consecutivo.

(Do Mundo-Nipo com Agência Kyodo)

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •