Economia

Desemprego no Japão piora em setembro

No mês passado, o número de desempregados no país situou-se em 2,33 milhões.

O índice de desemprego no Japão subiu 0,1 pontos percentuais em setembro, para 3,6% ante queda de 3,5% em agosto, mostraram dados do governo nesta sexta-feira (31).

De acordo com os dados do Ministério dos Assuntos Internos e Comunicações, o número de desempregados em setembro situou-se em 2,33 milhões, contra 2,30 milhões registrados em agosto, enquanto o número de pessoas empregadas aumentou 430 mil, para 64,02 milhões em setembro, alta de 0,7% na comparação anual.

Já a disponibilidade de emprego em setembro caiu em relação à agosto. O índice entre oferta e procura situou-se em 1,09 pontos, ou seja, havia 109 ofertas por cada 100 candidatos. EM agosto, o índice estava em 1,10 pontos.

Funcionários do governo novamente optaram por uma visão positiva sobre os dados. Um oficial disse que a taxa de desemprego subiu porque mais mulheres estiveram à procura de trabalho.

Dados separados mostraram que os gastos das famílias em setembro caiu 5,6% ante o ano anterior, com o índice ajustado pela inflação. O resultado foi pior do que as previsões dos economistas, e maior que o recuo de 4,7% em agosto, marcando sexto mês consecutivo de declínio.

A terceira maior economia do mundo vem se deteriorando desde o aumento de 3 pontos percentuais na taxa do imposto sobre o consumo, para 8% a partir de 1º de abril, o que sufocou os gastos privados e a produção industrial.

(Com Agência Kyodo)

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.