Meio ambiente e Energia

Quatro toneladas de água radioativa vaza para o solo de Fukushima

De acordo com a Tepco, o transbordamento ocorreu porque os trabalhadores transferiram a água para o recipiente errado.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Usina nuclear Fukushima Daiichi (Foto: Kyodo)

Tanques de armazenamento na usina Fukushima Daiichi (Foto: Kyodo)

O Japão enfrenta um novo desafio na usina nuclear Fukushima Daiichi, danificada após o terremoto e tsunami de 11 de março de 2011.

A Companhia de Energia Elétrica de Tóquio (Tepco) informou que 4 toneladas de água da chuva radioativa foram absorvidas pelo solo, após o transbordamento de um recipiente de armazenamento.

O vazamento ocorreu nesta terça-feira (01), quando trabalhadores bombeavam a água da chuva de um canal para levá-la a um depósito vazio com capacidade para 12 toneladas. De acordo com a Tepco, o transbordamento ocorreu porque os trabalhadores transferiram a água para o recipiente errado.

A tempestade tropical e chuva subsequente, em setembro, levou ao acúmulo de água da chuva contaminada em barreiras em torno dos tanques.

“A água em questão era originalmente água de chuva, mas como estava na área da central, poderia conter materiais radioativos”, declarou o porta-voz da empresa.

As autoridades dizem que o nível de substâncias radioativas na água logo após a tempestade foi de 160 becquerels por litro, o que é cinco vezes o limite do governo para liberar água no oceano.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •