Meio ambiente e Energia

Reinício de reatores da Tepco pode depender do tratamento da crise nuclear em Fukushima

A ARN vai começar a verificar se os reatores s 6 e 7 da central nuclear de Kashiwazaki-Kariwa são seguros o suficiente para reiniciar.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Usina nuclear de Kashiwazaki-Kariwa (Foto: AFLO)

Usina nuclear de Kashiwazaki-Kariwa (Foto: AFLO)

A Autoridade de Regulação Nuclear (ARN) do Japão declarou nesta quarta-feira (02) que a tentativa da Companhia de Energia Elétrica de Tóquio (Tepco) de retomar as operações de dois reatores ociosos na província de Niigata pode ser afetada por seu tratamento a crise nuclear na usina Fukushima Daiichi.

A ARN vai começar a verificar se os reatores s 6 e 7 da central nuclear de Kashiwazaki-Kariwa são seguros o suficiente para reiniciar, conforme o pedido da Tepco.

Mas o presidente da ARN, Shunichi Tanaka, disse em uma conferência de imprensa nesta quarta-feira que a  Tepco deve “colocar sua organização em conjunto” quando eventos inesperados ocorrerem em Fukushima Daiichi, devido ao acúmulo de água radioativa no local e ao desmantelamento dos seus reatores danificados.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •