Meio ambiente e Energia

AIEA acompanha monitoramento de radiação marinha no Japão

A participação da agência nuclear da ONU no monitoramento deve aumentar a credibilidade dos dados fornecidos pelo país.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Dois especialistas da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) começaram nesta quinta-feira (07) a observar as atividades de monitoramento de radiação marinha na costa da província de Fukushima, nordeste do Japão, que abriga a usina nuclear Fukushima Daiichi.

 

Usina de Fukushima (Foto: Wikimedia Commons)

Usina Fukushima 1 (Foto: Wikimedia Commons)

 

De acordo com a AIEA, os peritos chegaram a estabelecer as bases para uma outra missão planejada no final deste mês a fim de rever o processo para desativação de quatro reatores severamente danificadas na usina de Fukushima.

Como os países vizinhos Japão continuam preocupados com o impacto de vazamentos de radiação da usina danificada, está prevista a participação da agência nuclear da ONU no monitoramento para aumentar a credibilidade dos dados fornecidos pelo país.

As informações são da agência Kyodo

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •