Meio ambiente e Energia

Remoção de combustível radioativo vai iniciar este mês em Fukushima

A tarefa irá exigir muita habilidade dos engenheiros nucleares,mas é essencial para o processo de desmantelamento dos reatores da usina.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Tanques de armazenamento de Fukushima Daiichi. Um dos tanques apresentou um vazamento de 300 toneladas de água radioativa. (Foto: Tepco)

(Foto: Tepco)

Funcionários da usina nuclear Fukushima Daiichi, que entrou em crise após ser atingida pelo tsunami de 2011, estão se preparando para remover as barras de combustível de urânio e plutônio da instalação, uma tarefa delicada e perigosa.

Neste mês, a Companhia de Energia Elétrica de Tóquio (Tepco) vai iniciar a remoção do combustível de uma piscina dentro do prédio de um reator que entrou em colapso.

A tarefa irá exigir muita habilidade dos engenheiros nucleares,após meses de falhas e contratempos, mas é essencial para o processo de desmantelamento dos reatores da usina.

Mais de 1.500 barras de combustível, a maior parte já usada, precisa ser removida da piscina, onde estavam sendo armazenados quando o tsunami atingiu a instalação.

As informações são da AFP.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •