Meio ambiente e Energia

Usina nuclear de Sendai recebe “sinal verde” para reinício de operações

Os dois reatores da usina em Kagoshima receberam a última aprovação que faltava e deverão retornar a operar já no início de 2015.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Um grupo de manifestantes se reuniu em frente ao prédio do governo provincial de Kagoshima com faixas e cartazes contra o reinício das operações do complexo nuclear.

Foto: Kyodo  

Grupo protesta contra reinício das operações da usina nuclear de Sendai (Foto: Kyodo)

 

A Assembleia da Província de Kagoshima, no sul do Japão, aprovou nesta sexta-feira (7), em sessão extraordinária, a reativação dos dois reatores do complexo nuclear de Sendai, os primeiros a serem aprovados dentro das normas de segurança mais rígida impostas após o acidente da central Fukushima Daiichi, em março de 2011, informou nesta sexta-feira a imprensa japonesa.

Durante a votação, um grupo de manifestantes se reuniu em frente ao prédio do governo provincial com faixas e cartazes contra o reinício dos dois reatores da usina. Entretanto, no início da tarde, o governador de Kagoshima, Yuichiro Ito, deu entrevista coletiva apoiando a decisão dos legisladores, ignorando o desejo da população local. “Decidi que é inevitável religar os reatores”, disse Ito em declaração divulgada pela Agência Kyodo.

Dos 47 representantes em plenário, 38 votaram pelo sim, decisão que representa uma vitória para o governo japonês que deseja ter de volta funcionando as 48 usinas nucleares do país. Elas geravam 30% da energia consumida. Mas depois do acidente em Fukushima, provocado pelo terremoto e tsunami de 2011, foram desligadas e substituídas pelas termelétricas, muito mais caras.

As regras de segurança ficaram mais rígidas e os reatores da usina em Kagoshima são os primeiros a terem recebido “sinal verde” da Autoridade Reguladora Nuclear (NRA, na sigla em inglês) e dos políticos locais.

No final de outubro, 19 dos 26 vereadores de Satsumasendai e o prefeito Hideo Iwakairi já tinham aprovado a petição. A cidade de 98 mil habitantes que fica no litoral da província de Kagoshima abriga dois reatores operados pela companhia Kyushu Electric Power, com capacidade para gerar 890 mil kw cada.

O complexo ganhou novos itens de segurança, incluindo uma parede de 15 metros de altura como forma de prevenção à possíveis tsunamis. Os reatores, no entanto, ainda precisam ser testados antes de voltarem a operar, o que deve acontecer no início do ano que vem.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •