Meio ambiente e Energia

Acúmulo de água radioativa em Fukushima Daiichi “não está sob controle”, diz Tepco

O comentário diretamente contradiz a declaração do primeiro-ministro do Japão.

Do Mundo-Nipo

Um funcionário de alto escalão da Companhia de Energia Elétrica de Tóquio (Tepco) admitiu nesta sexta-feira (13) que o enorme acúmulo de água radioativa na usina Fukushima Daiichi “não está sob controle”.

O comentário realizado por Kazuhiko Yamashita diretamente contradiz a declaração do primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, feita na semana passada, ao Comitê Olímpico Internacional para empurrar a candidatura de Tóquio para sediar os Jogos Olímpicos de 2020.

Yamashita estava falando em uma audiência na cidade de Koriyama, província de Fukushima. A sessão foi organizada pelo Partido Democrático, da oposição, com funcionários do governo e da Tepco.

O funcionário se desculpou pelos vazamentos de água radioativa, dizendo que o que está acontecendo agora vai além de suposições da Tepco.

Um parlamentar perguntou se Yamashita concordava com a declaração de Abe no último sábado (07) em uma assembléia geral do Comitê Olímpico Internacional, em Buenos Aires.

Yamashita respondeu que acreditava que a situação atual não está sob controle.

O chefe de Gabinete, Yoshihide Suga, disse uma conferência de imprensa nesta sexta-feira que o impacto dos vazamentos de água contaminada “permanecem no interior da porta da usina, que é cercada por paredões”.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.