Meio ambiente e Energia

Cerca de 40 mil japoneses protestam contra energia nuclear em Tóquio

Esta foi a maior manifestação desde que o ultimo reator ativo do país foi desligado para manutenção no dia 15 de setembro.

Do Mundo-Nipo

Milhares de japoneses protestaram neste domingo contra a energia nuclear, marcando a maior manifestação desde que o ultimo reator ativo do país foi desligado para manutenção no dia 15 de setembro.

 

Protesto em Tóquio contra a energia nuclear (Foto: Jiji Press)

Esta foi a maior manifestação desde que o ultimo reator ativo do país foi desligado para manutenção no dia 15 de setembro. (Foto: Jiji Press)

 

Com gritos de “somos contra a energia nuclear” e “nós nos opomos ao reinício de reatores nucleares”, um total de 40 mil manifestantes marcharam em frente a agências do governo em Tóquio.

De acordo com a agência Jiji Press, os manifestantes disseram estar “com raiva” das declarações do primeiro-ministro Shinzo Abe ao Comitê Olímpico Internacional em Bueno Aires, no mês passado. Na ocasião, Abe apresentava a candidatura de Tóquio para sediar as Olimpíadas de 2020 e disse que a situação da crise nuclear na usina Fukushima Daiichi estava sob controle.

No dia 15 de setembro, o reator número 4 da usina nuclear de Oi, na prefeitura de Fukui, foi suspenso para manutenção de rotina, deixando todos os 50 reatores comerciais ​​do país inativos pela primeira vez em mais de um ano .

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.