Meio ambiente e Energia Natureza

Japão reforça patrulha marítima para impedir chineses de extração ilegal de corais

77 barcos chineses foram vistos entre segunda e terça-feira ao largo da Ilha Ogasawara, todos destinados a extrair corais, destruindo assim o ecossistema na região.

Do Mundo-Nipo

A Guarda Costeira do Japão informou que vai reforçar patrulhas em áreas japonesas, principalmente, no mar ao largo do arquipélago de Ogasawara, ao sul de Tóquio, onde está acontecendo extração ilegal de corais e no que se acredita ser efetuada por mergulhadores em embarcações provenientes da China.

 

Recife de corais (Foto: National Geographic)

A extração ilegal de recifes de corais são destinadas, principalmente, ao mercado internacional de aquariofilia, ou seja, ornamentação de aquários (Foto: National Geographic)

 

Pescadores locais têm se queixado da extração ilegal de corais na costa das ilhas que compõe o pequeno arquipélago de Ogasawara, a cerca de 1.000 quilômetros ao sul de Tóquio, onde recentemente surgiu uma nova ilha vulcânica e que ainda está em crescente formação.

O chefe da Guarda Costeira Japonesa, Yuji Sato, disse à jornalistas nesta quarta-feira (15) que seus funcionários avistaram 46 barcos na segunda-feira (13) e outras 31 embarcações na terça-feira (14)no entorno da Ilha Ogasawara – todas as embarcações eram de origem chinesa.

Segundo ele, um capitão chinês foi preso no início deste mês por suspeita de extração ilegal na região. Sato disse ainda que foram apreendidos três barcos chineses no entorno da ilha de Okinawa, no extremo sul do Japão, no ano passado. Este ano, no entanto, não houve nenhuma movimentação do tipo nesses imediações.

O motivo é porque as “operações chinesas de extrações ilegais de corais” estão agora em águas ao largo das Ilhas Ogasawara. Sato disse que as autoridades acreditam que a extração ilegal é um ato puramente comercial, e não está ligado à reivindicações territoriais.

“Ogasawara possuiu uma rica e diversificada vida marinha. As ilhotas que compõe o pequeno arquipélago são formadas por uma extensa cadeia de recifes de corais, e sua extração prejudica o ecossistema marinho”, declarou Sato, acrescentando que os “recifes de corais são zonas de pesca altamente produtivas e fundamentais para as populações costeira”.

De acordo com o Greenpeace, organização internacional – não governamental – de proteção ao meio ambiente, a extração, comércio e exportação ilegais de fragmentos de recifes de corais são destinados, principalmente, ao mercado internacional de aquariofilia, ou seja, ornamentação de aquários.

== Kyodo

 

Recifes de Corais (National Geographic)

Os recifes de corais são formações milenares, um organismo vivo que é composto de plantas e dos próprios corais que também são espécies animais. Eles são, na verdade, complexos sistemas que compreendem uma vasta cadeia alimentar além de propiciar proteção a uma variedade imensa de diferentes espécies de organismos vivos.

Assim como as florestas tropicais, os corais são considerados os ecossistemas conhecidos com a maior biodiversidade concentrada. Esses organismos vão se formando ao longo do tempo por finíssimas camadas de carbono de cálcio produzidos por bilhões de minúsculos animais chamados de pólipos de coral, que vivem em colônia e se alojam em estruturas calcárias junto com algas minúsculas que são responsáveis pelas cores dos recifes.

Quando os pólipos morrem, seu esqueleto fica ali depositado e é sedimentado, outros pólipos vivem sobre ele, e assim vão se formando as cadeias de carbono. Assim podemos perceber que um recife de corais leva milênios até se formar, uma vez que se faz através da sedimentação dos minúsculos pólipos ao longo do tempo, e das algas que lhe dão cor e beleza.

 

Importância e Benefícios dos Recifes de Corais

Os recifes de corais abrigam uma parte fundamental da cadeia alimentar marinha, e sua extinção seria desastrosa para o equilíbrio natural. Os recifes não se desenvolvem em águas frias, somente onde a temperatura chega a cerca de 20º. Eles são também uma barreira natural que protege a terra da erosão pelo mar, diminuindo a força das ondas.

Também são uma fonte de alimento importante para o homem, pois produzem toneladas de peixes, sendo um viveiro natural de diversas espécies marinhas. Os cientistas também tem feito importantes descobertas acerca do valor medicinal dos corais encontrados no fundo dos oceanos.

 

Degradação e Morte dos Corais

Cientistas e biólogos vem há bastante tempo alertando as autoridades e a população sobre a degradação e morte dos recifes de corais em várias regiões do nosso planeta. Este fato estará ocorrendo como consequência direta das ações do homem, pela poluição do meio ambiente e também pelo aquecimento global.

O homem também destrói os recifes de corais com sua extração desenfreada destinada ao comércio ilegal, o que desequilibra seu ecossistema. Atualmente centenas de corais são espécies ameaçadas de extinção, e exigem a ação imediata de autoridades no mundo inteiro através da conscientização da necessidade de preservar as diferentes formas de vida do planeta em que vivemos.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.