Notícias Tecnologia

Empresa japonesa revela protótipo de carro voador

Foto: Reprodução/Kyodo

Carro voador não tripulado foi apresentando sobrevoando 3 metros acima do solo. Governo japonês quer tornar carros voadores viáveis até 2030.

A companhia japonesa NEC revelou nesta segunda-feira (5) o protótipo de um carro voador elétrico, o primeiro do tipo apresentado no mundo em um momento em que empresas do setor buscam desenvolver esses veículos aéreos, considerado o automóvel do futuro.

Começando com um som estrondoso, o protótipo de helicóptero de 148 quilos com 3,9 metros de comprimento, 1,3 metros de largura e 3,7 metros de altura foi apresentado 3 metros acima do solo. O veículo pairou por vários minutos em um campo de testes na NEC, em Chiba, província no litoral leste do Japão.

Equipado com quatro hélices, o protótipo autônomo foi movido usando o software da NEC para controlar o voo e determinar sua localização.

Representantes da NEC disseram que a empresa não pretende se tornar uma fabricante de carros voadores, mas espera ver sua tecnologia usada a partir de 2023, começando com o transporte de carga.

“Haverá uma época em que o espaço aéreo será usado comumente para o transporte. Vamos combinar nossas tecnologias para criar e inovar”, disse o vice-presidente executivo sênior da NEC, Norihiko Ishiguro, em uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira.

A NEC disse que planeja fornecer sua tecnologia de carros voadores para o grupo de engenheiros da Cartivator, com o qual assinou um contrato de patrocínio no ano passado.

A Cartivator, que também conta com o apoio de mais de 80 outras empresas, incluindo Panasonic e Toyota, pretende iniciar a operação de um carro voador que comporta duas pessoas a partir de 2023.

A ideia é realizar um voo de demonstração durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio em 2020 e apresentar o modelo definitivo na Osaka Expo em 2025, com produção para comercialização do veículo em 2026.

O governo japonês também está impulsionando o desenvolvimento de carros voadores em colaboração com empresas privadas que vão desde os setores de logística e automotivo, em um esforço para alcançar rivais globais, incluindo a Boeing, a Airbus SAS e a Uber Technologies. .

Espera-se que os veículos voadores sejam usados ​​para turismo, atividades de lazer, serviços de socorro em catástrofes, transporte de cargas e, principalmente, um meio de descongestionamento do tráfego do urbano.

Contudo, garantir a segurança continua sendo o principal desafio das desenvolvedoras meio à falta de padrões e regras.

Comercialização em 2030

Sob o roteiro compilado pelo governo, o objetivo é construir protótipos de carros voadores elétricos e realizar voos de teste este ano, colocar a tecnologia em prática a partir de 2023.

A meta do governo é que os carros voadores sejam usados como trasporte urbano na década de 2030, uma previsão bem mais otimista do que a da americana Boeing.

MN – Mundo-Nipo.com
Fonte: Kyodo News.