Política

Okinawa protesta contra bases militares dos Estados Unidos

Cerca de 200 manifestantes se reuniram em frente a um portão da Base Aérea de Futenma.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Cerca de 200 manifestantes se reuniram em frente a um portão da Base Aérea de Futenma, na cidade de Ginowan, em Okinawa (Foto: Kyodo)

Cerca de 200 manifestantes se reuniram em frente a um portão da Base Aérea de Futenma, na cidade de Ginowan, em Okinawa (Foto: Kyodo)

Moradores da província de Okinawa protestaram nesta terça-feira contra as bases militares dos Estados Unidos na região, após a queda de um helicóptero militar norte-americano na segunda-feira (05).

Cerca de 200 manifestantes se reuniram em frente a um portão da Base Aérea de Futenma, na cidade de Ginowan, em Okinawa, após o acidente na segunda-feira do helicóptero HH-60 em uma área montanhosa a cerca de 2 km da área residencial fora da base.

Os manifestantes pediram a suspensão de exercícios das forças armadas norte-americanas e a remoção das bases militares em Okinawa.

Um homem de 71 anos, que participou da manifestação, disse que levar as aeronaves Osprey para o Japão é um perigo para a população e um insulto à Okinawa. Ele disse que está preocupado que outro acidente como o de segunda-feira ocorra a qualquer momento.

Prefeitos de todos os municípios de Okinawa exigiram que os EUA pare de enviar Osprey e removam as aeronaves já implantadas na base Futenma.

O governador de Okinawa, Hirokazu Nakaima, disse que vai “exigir dos ministérios e órgãos competentes para garantir a segurança das operações (por aviões dos EUA) e investigar a fundo este acidente”.

Os militares norte-americanos já levaram 2 Osprey para o Japão e pretendem enviar mais 20 para Futenma, elevando o número total para 24.

Após o acidente de segunda-feira, os militares dos EUA anunciaram que adiarão a implantação do restante dos Osprey.

O sentimento de oposição à aeronave Osprey tem sido forte em Okinawa devido a preocupação com a segurança da população. O acidente de ontem só aumentou a desaprovação local.

O ministro da Defesa, Itsunori Onodera, pediu nesta terça-feira aos Estados Unidos para suspender os voos de helicópteros HH-60 no Japão, até que a causa do acidente de ontem seja determinado e que medidas sejam tomadas para prevenção.

 

Para saber mais sobre Política, clique em mundo-nipo.com/politica. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •