Política

Japão insta China a conter voos de drones perto das Ilhas Senkaku

As Forças de Autodefesa do Japão fortaleceram o monitoramento aéreo.

Do Mundo-Nipo

 (Foto: AFLO)

(Foto: AFLO)

O Japão instou à China a conter voos não tripulados perto das Ilhas Senkaku, no Mar da China Oriental,   informou o Ministério das Relações Exteriores japonês nesta terça-feira (10).

O ministro da Defesa, Itsunori Onodera, disse a jornalistas que as Forças de Autodefesa têm fortalecido o monitoramento na área e vão manter essa postura na quarta-feira (11), dia do primeiro aniversário da compra pelo governo japonês de parte das ilhas disputadas.

O Ministério das Relações Exteriores transmitiu sua participação no incidente à embaixada chinesa em Tóquio na segunda-feira (09), uma vez que o drone voou numa zona de identificação de defesa do Japão, onde os aviões precisam se identificar e fornecer rotas de vôo e outras informações.

O veículo aéreo não tripulado foi avistado na segunda-feira, mas a Guarda Costeira do Japão já havia identificado o drone perto das ilhas Senkaku em meados de dezembro de 2012 e novamente no final de junho, segundo fontes do governo japonês.

De acordo com as fontes, o Ministério da Defesa não fez anúncio público no momento do ocorrido devido à falta de provas de que as aeronaves eram drones e vindas da China.

Desde então, o ministério e a guarda costeira aumentaram a vigilância do ar na região, suspeitando da possibilidade de que militares da China podem ter a intenção de testar as capacidades de defesa aérea do Japão.

As informações são da agência Kyodo.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.