Política

Protestos marcam o ‘Dia da Fundação Nacional do Japão’

Um grupo de manifestantes disse que o governo de Abe está indo em direção a “um revisionismo constitucional semelhante a um golpe”.

Do Mundo-Nipo

O Dia da Fundação Nacional do Japão, um dos feriados nacionais mais celebrados pelo patriótico povo japonês, foi marcado por protestos em meio a eventos de comemoração pela data, realizados em todo o país, informou nesta terça-feira (11) a emissora pública ‘NHK’.

Uma cerimônia foi realizada, em Tóquio, pelo Comitê para a Celebração da Fundação Nacional do Japão. Durante o evento, o comitê, formado pela associação de santuários xintoístas e outros grupos, expressou seu descontentamento em relação à posição do Japão ante a China.

“Devido à expansão da ameaça da China e ao fato de que o Japão está posicionado entre potências competidoras [Estados Unidos e China], uma revisão constitucional é urgente. O comitê promete fazer o máximo possível para construir uma nação que tenha orgulho”, diz a resolução adotada pelo comitê.

Outras manifestações foram realizadas por professores, pesquisadores da área de história em oposição ao Dia da Fundação Nacional. Os manifestantes adotaram uma declaração onde afirmam que o governo do premiê japonês, Shinzo Abe, está indo em direção a “um revisionismo constitucional semelhante a um golpe” com o objetivo de aprovar o exercício do direito à defesa coletiva, detalhou a NHK.

O professor Tetsuhiko Nakajima, da Escola de Pós-Graduação da Universidade de Nagoya, fez uma palestra criticando o projeto do governista Partido Liberal Democrático de revisão constitucional. Segundo ele, o projeto posiciona a educação, que deveria ser para as crianças, como um meio de execução de política nacional.

 

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.