Política

Japão fornecerá US$ 2,5 bilhões em ajuda ao Oriente Médio

O montante é destinado a promover a paz, fornecer ajuda humanitária e a desenvolver as infraestruturas em toda a região.

Do Mundo-Nipo

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, prometeu neste sábado (17) uma assistência não militar no valor aproximado de US$ 2,5 bilhões para ajudar na restauração da paz e estabilidade no Oriente Médio.

Abe se reuniu neste sábado com autoridades do governo e líderes empresariais no Cairo, capital do Egito. A visita ao país é parte de um giro regional do premiê japonês na região, onde ficará até o dia 21 deste mês. De acordo com a agenda divulgada pelo escritório do gabinete, além do Egito, Abe visitará Jordânia, Israel e Territórios Palestinos.

Em seu discurso no Cairo, o líder da terceira maior economia do mundo afirmou que seu país fornecerá o equivalente a US$ 2,5 bilhões em ajuda à região. Esta soma é destinada a fornecer “ajuda humanitária e a desenvolver as infraestruturas”, explicou o premiê japonês na reunião do comitê de executivos egípcios e japoneses no Cairo.

Abe lembrou que “seu governo havia se comprometido há dois anos a fornecer uma ajuda de US$ 2,2 bilhões ao Oriente Médio”. Segundo ele, “a promessa está sendo foi cumprida agora”.

O líder japonês também prometeu fornecer US$ 360 milhões em empréstimos para a ampliação de um aeroporto internacional e construção de redes de energia no Egito. Além desta soma, Abe se comprometeu a desembolsar mais US$ 200 milhões em ajuda aos afetados pela ofensiva do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) no Iraque, Síria e países próximos, que deixou centenas de milhares de deslocados e refugiados.

Abe advertiu ainda que o mundo iria sofrer uma “perda imensurável” se o terrorismo não for contido. A advertência do premiê japonês foi em referência a recente ameaça da militância islâmica além do Oriente Médio. Homens armados mataram 17 pessoas em três dias de violência em Paris, que começou em 7 de janeiro com um ataque aos escritórios de um jornal local que havia publicado imagens satíricas do profeta Maomé.

“A ajuda do Japão tem por objetivo restaurar a estabilidade na região”, disse Abe, acrescentando que “a estabilidade no Oriente Médio é a base para a paz e prosperidade no mundo e, claro, no Japão”.

(Com informações da NHK News das Agências AFP e Kyodo)

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.