Política

Mais de 30 mil protestam contra base dos EUA no sul do Japão

Ao menos 35 mil pacifistas participaram da concentração realizada hoje em um estádio de beisebol em Naha.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Cerca de 35 mil pessoas protestaram neste domingo (17) em Naha, capital de Okinawa (ilha no sul do Japão), contra o projeto de transferência de uma base militar americana que os Estados Unidos têm em Futenma, não muito distante de Naha, para Henoko, no norte de Okinawa. O controverso projeto de transferência remonta a 1996.

“O governo (central) nos acusa de um bloqueio que já dura 19 anos e nos pede para encontrarmos outro lugar (para realocar a base). É escandaloso”, disse à multidão Susumu Inamine, prefeito de Nago, cidade vizinha da futura base americana.

“O governo se desentende e joga sua responsabilidade sobre nós”, lamentou Inamine.

Segundo os organizadores, ao menos 35 mil pacifistas participaram da concentração realizada hoje em um estádio de beisebol em Naha. “A manifestação se desenvolveu sem incidentes”, disseram.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, reiterou sua vontade de transferir a base de Futenma durante seu encontro com o presidente americano Barack Obama em 29 de abril em Washington, no âmbito de um pacto de defesa entre Japão e Estados Unidos.

Em Okinawa, um arquipélago ocupado pelos americanos depois da guerra e devolvido ao Japão em 1972, reside mais da metade dos 47.000 soldados americanos presentes no Japão, uma convivência forçada mal digerida pela população local.

(Com Agência Kyodo)

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •