Política

Japão aumenta orçamento militar em plena tensão com a China

O governo aprovou um orçamento de mais de 24 trilhões de ienes para adquirir armamentos de defesa.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo com agências de mercado

O governo japonês aprovou nesta terça-feira (17) um aumento de 5% em seu orçamento de gastos militares que será usado ao longo de cinco anos, com o objetivo de adquirir armamentos para defesa de territórios insulares em um momento que o país encontra-se em plena tensão com a China.

 

Submarino Kokuryu (Imagem: Reprodução)

Em outubro deste ano, foi lançado ao mar o mais novo submarino da Força Marítima de Autodefesa do Japão, o Kokuryu (Dragão Negro), que foi construído a um custo de 53,4 bilhões de ienes pela Kawasaki Heavy Industries (Imagem: Reprodução)

 

O primeiro-ministro, Shinzo Abe, deu luz verde a um orçamento de 24,7 trilhões de ienes (US$ 240 bilhões)  entre 2014 e 2019, que inclui a compra de drones, aviões de decolagem vertical, veículos anfíbios e submarinos.

Com os novos armamentos, o Japão pretende dotar-se de “forças de defesa conjuntas dinâmicas” capazes de fazer frente a uma eventual invasão combinada no ar, mar e terra.

O movimento é parte dos esforços de Abe para atualizar o poder militar do Japão, que tem como principal objetivo estabelecer um Conselho de Segurança Nacional ao estilo americano, com o qual espera concentrar mais poder em um número limitado de altos cargos políticos.

O Japão está preocupado com o aumento do poder militar chinês, no momento em que os dois países mantêm uma disputa por um grupo de ilhas.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •