Política

Mais de 65% dos eleitores em Nago são contra realocação de base dos EUA

O prefeito de Nago, que foi reeleito neste domingo, prometeu bloquear a transferência da base em Futenma para Henoko, em Nago.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Uma pesquisa realizada neste domingo (19), durante as eleições para prefeito da cidade de Nago, na província de Okinawa, revelou que mais de 65 por cento dos eleitores expressaram oposição à planejada transferência de uma base da Marinha dos EUA, de Futenma para Nago, de acordo com as sondagens da agência japonesa Kyodo News.

 

Zona litorânea de Henoko (Foto: Kyodo)

A transferência está planejada para Henoko, em Nago, uma área litorânea com um ecossistema protegido (Foto: Kyodo)

 

A pesquisa da Kyodo mostrou que 65,4 por cento dos 1.204 entrevistados em 12 diferentes postos de votos em Nago se opuseram, enquanto 13,3 por cento apoiaram a transferência da Base Aérea do Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos.

Um total de 91,5 por cento dos entrevistados disseram ter votado em Susumu Inamine, que neste domingo garantiu um segundo mandato ao vencer as eleições em Nago. A vitória do prefeito se deve, em grande parte, a suas promessas de bloquear a transferência da base norte-americana para uma zona litorânea em Nago.

A autorização de transferência da base militar americana de Futenma para a zona norte da ilha principal da região aconteceu no final do mês passado. A mudança, porém, ainda depende da aprovação da cidade de Nago.

O governador de Okinawa, Hirokazu Nakaima, aprovou, em 27 de dezembro de 2013, as obras da nova base na zona litorânea de Henoko, distrito de Nago, local onde está projetada a nova base.

Para tentar conseguir a aprovação do governador Nakaima, o primeiro-ministro Shinzo Abe apresentou um pacote de medidas para diminuir a carga que representa a forte presença militar para a região e prestar apoio financeiro para estimular a economia local, já que Okinawa é a província mais pobre do país. A região abriga mais da metade dos cerca de 48 mil soldados que os Estados Unidos mantêm no Japão e 20% do solo da ilha principal de Okinawa é terreno militar americano.

A mudança da base está prevista desde 1996, quando EUA e Japão fecharam acordo para transferi-la. Mas há anos a mudança é emperrada pela forte oposição de políticos e da população local, que exigem a saída do complexo militar de Okinawa.

A base de Futenma, que ocupa cerca de 480 hectares, está situada no centro urbano da cidade de Ginowan, de 94 mil habitantes, e é completamente rodeada de casas e edifícios públicos, o que durante anos gerou protestos de seus cidadãos pelo barulho e pela possibilidade de acidentes.

O Executivo central japonês tenta há anos que o governo da província aceite construir a nova Futenma em Henoko, uma área com um ecossistema protegido, situado no norte da mesma ilha.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •