Política

Governador de Tóquio deixa o cargo oficialmente

Naoki Inose deixou o cargo devido a um escândalo envolvendo empréstimo de uma operadora de uma cadeia de hospitais.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Naoki Inose renunciou ao cargo em 19 dezembro (Foto: Aflo Images)

Naoki Inose renunciou ao cargo em 19 dezembro (Foto: Aflo Images)

A Assembleia Metropolitana de Tóquio aprovou nesta terça-feira (24), de maneira formal, a renúncia do governador da capital japonesa, Naoki Inose, que deixou o cargo devido a um escândalo envolvendo empréstimo de uma operadora de uma cadeia de hospitais, informou nesta terça-feira a NHK News.

O agora ex-governador apresentou a sua carta de renúncia ao presidente da Assembleia Metropolitana de Tóquio, na última quinta-feira. Segundo a NHK, Inose teria recebido dinheiro do grupo médico Tokushukai em novembro do ano passado, quando era vice-governador. Na época, ele havia sido eleito governador um mês depois.

Em setembro deste ano, promotores realizaram buscas em instalações do grupo médico em outro caso de alegação de compra de votos envolvendo um legislador da Câmara Baixa, que é filho do fundador do grupo.

Inose liderou a campanha bem-sucedida de Tóquio a sede dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2020. Seu mandato como governador durou 372 dias, o mais curto da história de Tóquio.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •