Política

Japão pretende reforçar defesa aérea e marítima

O Japão pretende reforçar as capacidades de alerta e vigilância das Forças de Autodefesa para garantir segurança aérea e marítima.

Do Mundo-Nipo

O Japão pretende reforçar as capacidades de alerta e vigilância das Forças de Autodefesa para garantir segurança aérea e marítima em todo o país, em meio a crescente assertividade da China.

Um esboço de novas diretrizes de defesa divulgado nesta quarta-feira (27)  indicou que as Forças de Autodefesa devem reforçar sua capacidade de defender ilhas remotas de ataques.

O Ministério da Defesa está considerando a introdução de drones e anfíbios  para defender as Ilhas Senkaku, no mar da China Oriental, que são controladas pelo Japão, mas reivindicadas pela China e Taiwan.

A capacidade japonesa de realizar tal defesa dependerá da rápida coleta de informações, necessitando da cooperação com militares norte-americanos em vigilância e atividades de alerta, de acordo com o projeto.

As informações são da agência Kyodo.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.